loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Covid-19: Presidente diz que «é mais do que justo» Praiense subir à II Liga

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O presidente do Praiense, líder da Série C do Campeonato de Portugal, disse hoje que é «mais do que justo» o clube subir à II Liga de futebol, após a conclusão precoce dos campeonatos devido à covid-19.
Covid-19: Presidente diz que «é mais do que justo» Praiense subir à II Liga

“Eu acho que sim [que o Praiense devia ser uma das duas equipas a subir à II Liga]. É mais do que justo o Praiense subir, como todos os outros clubes que estão em primeiro lugar também devem achar que deviam subir. Quem está em primeiro, é porque merece estar em primeiro”, disse à agência Lusa o presidente da equipa terceirense, Marco Monteiro.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje o cancelamento dos campeonatos seniores não profissionais de futebol e futsal da época 2019/20, devido à pandemia de covid-19.

A FPF anunciou igualmente que irá analisar “de que forma serão indicados os dois clubes” que irão subir à II Liga de futebol, provenientes do Campeonato de Portugal.

Uma decisão que Marco Monteiro não considera justa, uma vez que defende a subida automática dos dois primeiros classificados de cada série.

“Excecionalmente, a Federação tinha de arranjar uma solução, juntamente com a Liga, de não prejudicar quem por mérito próprio estava nos primeiros lugares. Na pior das hipóteses deviam subir quatro. O Praiense devia mesmo subir, incondicionalmente”, afirmou.

O presidente da equipa açoriana disse desconhecer os critérios que a FPF irá aplicar para indicar as equipas que irão subir de divisão e avançou que “nunca” foi informado da posição da Federação sobre o assunto.

“Se for ver quem estava com mais pontos de distância do segundo, o Praiense é que está em primeiro. Mas isso não pode ser, de maneira nenhuma, porque os quatro primeiros, podem ter mais três ou quatro pontos de diferença, mas estão todos em primeiro”, destacou.

Referindo que ainda aguarda por outro comunicado da FPF, Marco Monteiro acredita que ainda é possível a subida “pelo menos” dos quatro clubes líderes das séries do Campeonato de Portugal.

“Eu acho que é possível [ainda subirem quatro equipas]. Eu não vejo porque não, estamos a falar de um caso excecional. Depois, na época 2020/21, não prejudicando ninguém, ajustava-se. Não se pode é prejudicar o mérito”, destacou.

Até à conclusão da competição, o Praiense era líder da série C do Campeonato de Portugal com 11 pontos de vantagem (53 contra 42) para o segundo classificado, o Benfica de Castelo Branco, com 25 jogos disputados.

Vizela (Serie A, com 60 pontos), Arouca (B, com 58) e Olhanense (D, com 57) são os outros líderes.

O Campeonato de Portugal é composto por 72 clubes, dividido em quatro séries, cada uma com 18 equipas, sendo que os dois primeiros classificados de cada série são apurados para um play-off que determina a subida de dois clubes à II Liga.

Em 12 de Março, a Federação Portuguesa de Futebol, anunciou a suspensão por tempo indeterminado das provas por si organizadas, devido à pandemia de covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página