loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Óbito/Maradona: Futebol brasileiro manifesta tristeza pela morte de uma «lenda»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O futebol brasileiro chora hoje a morte do argentino Diego Maradona, considerado um dos melhores futebolistas da história e recordado pelos seus pares como «uma lenda» do desporto.
Óbito/Maradona: Futebol brasileiro manifesta tristeza pela morte de uma «lenda»

“Meu amigo se foi. Maradona, a lenda! O argentino que conquistou o mundo com a bola nos pés, mas também por sua alegria e personalidade única. Já disse algumas vezes, dos jogadores que vi em campo, ele foi o melhor”, escreveu o brasileiro Romário no Twitter.

No país que é o eterno rival da Argentina, as reações à morte de Maradona não se fizeram esperar, com o também antigo futebolista Bebeto a expressar uma “tristeza enorme em perder um amigo”.

“Nunca nos tratámos como rivais, sempre existiu um carinho e respeito mútuo. Guardarei sua camisa com um cuidado ainda mais especial. Como sempre te dizia quando nos encontrávamos: te amo Diego! Jamais teremos outro igual a #Maradona!”, escreveu na mesma rede social.

Também o Palmeiras manifestou a “grande tristeza” pela morte do ‘astro’ argentino, “um dos maiores jogadores que o futebol mundial já viu”, endereçando as condolências à família, amigos e fãs de Maradona.

“É com imensa tristeza que recebemos a notícia do falecimento de Diego Armando Maradona, um dos grandes jogadores da história do futebol. Hoje, a comunidade do futebol mundial está de luto. Nossos sentimentos aos fãs, amigos, familiares e ao povo argentino”, pode ler-se na conta do Vasco da Gama na rede social Twitter.

Maradona morreu hoje na sua residência, na Argentina, aos 60 anos, anunciou o seu agente e amigo Matias Morla.

Segundo a imprensa argentina, Maradona, que treinava os argentinos do Gimnasia y Esgrima, sofreu uma paragem cardíaca na sua vivenda na província de Buenos Aires.

A sua carreira de futebolista, de 1976 a 2001, ficou marcada pela conquista, pela Argentina, do Mundial de 1986, no México, e os dois títulos italianos e a Taça UEFA arrebatada ao serviço dos italianos do Nápoles.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página