loading
LIVESTREAM

Crónica: Paços de Ferreira vence Nacional e pressiona quarto lugar

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Paços de Ferreira recebeu e venceu hoje o Nacional, por 2-1, com um ‘bis' de Luther Singh, reforçando o quinto lugar da I Liga de futebol, a um ponto do quarto Benfica, na abertura da 22.ª jornada
Crónica: Paços de Ferreira vence Nacional e pressiona quarto lugar

O extremo sul-africano foi a figura de um jogo dominado quase a tempo inteiro pelos pacenses, ao marcar os dois golos do merecido triunfo, aos 15 e 33 minutos, respetivamente, ambos fora da área e na sequência de lances de bola parada.

O Nacional mostrou pouco para quem queria inverter o ciclo de três derrotas consecutivas e quase não incomodou Jordi, mas acabaria por reduzir já nos descontos, no último lance do encontro, pelo suplente Róchez, de cabeça, após canto da esquerda.

Na classificação, o Paços continua firme no quinto lugar, agora com 41 pontos, a apenas um do quarto classificado Benfica, que ainda vai jogar, enquanto o Nacional mantém-se provisoriamente no 12.º lugar, com 21, muito próximo dos lugares de descida.

Na antevisão ao jogo, Pepa prometera um bom desempenho da equipa e os seus jogadores fizeram-lhe a vontade, fazendo esquecer a escorregadela do último jogo, nos Açores, diante do Santa Clara (derrota por 3-0).

O Paços, com Rebocho de regresso ao ‘onze', assumiu o jogo e conseguiu várias aproximações à baliza do Nacional, com qualidade na posse no passe, numa dinâmica de jogo que não deixava de fora os laterais, face a um Nacional que, também, se sente confortável com bola, mas que mostrou pouco agressividade sem ela e alguma desconcentração na cobertura dos espaços.

Este pormenor acabou por custar dois golos à formação insular, sem vencer desde 09 de fevereiro, ambos resultantes de lances de boa parada e concluídos por Luther Singh.

O extremo sul-africano cedido pelo Sporting de Braga marcou aos 15 minutos, protagonizando o lance do jogo, com um remate de trivela à entrada da área e sem deixar a bola cair, na sequência de um pontapé de canto, e ‘bisou' aos 33, após um livre lateral, em novo remate à entrada da área, onde surgiu novamente livre de marcação.

Estes dois lances refletem o sentido do jogo e a superioridade dos locais, que também podiam ter marcado por Luiz Carlos (aos 15) e Rebocho (28), mas os remates foram travados pelo guarda-redes Ricardo Piscitelli.

O Nacional, com três novidades na equipa inicial, quase não incomodou Jordi, numa tendência que se manteve no segundo tempo.

O Paços regressou dos balneários com a mesma disposição, manteve o ritmo alto e revelou sempre mais vontade de chegar à baliza contrária.

Douglas Tanque ficou perto de dilatar o marcador, com remates ao ‘ferro' e às malhas laterais, aos 50 e 61 minutos, respetivamente, no que seria imitado pelo espanhol Martín Calderón, numa transição rápida, aos 86, com um remate ao poste da baliza de Piscitelli.

Nesta fase do jogo, os pacenses já tinham baixado o ritmo e apostavam sobretudo nas transições, concedendo estrategicamente a iniciativa ao Nacional, com dificuldades em entregar ‘bolas limpas' aos atacantes Riascos e Pedro Mendes.

Seria mesmo necessário uma bola parada para a formação insular chegar ao golo: Witi cobrou o canto da esquerda e o também suplente Róchez, de cabeça, bateu Jordi. E o jogo acabou.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 5 de Março de 2021
Paços Ferreira - Nacional, 2 - 1
Sporting - Santa Clara, 2 - 1

Sábado, 6 de Março de 2021
Portimonense - Tondela, 3 - 0
Gil Vicente - FC Porto, 0 - 2
Boavista - Famalicão, 3 - 0

Domingo, 7 de Março de 2021
Marítimo - Moreirense, 0 - 2
Rio Ave - Farense, 2 - 0

Segunda-feira, 8 de Março de 2021
B SAD - Benfica, 0 - 3

Terça-feira, 9 de Março de 2021
Sp. Braga - V. Guimarães, 3 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página