Benfica: Jesus admite temporada abaixo das expectativas, mas recusa época falhada

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O treinador Jorge Jesus admitiu hoje que a temporada da equipa de futebol do Benfica ficou abaixo das suas expectativas, mas recusou falar em época falhada e lembrou que ainda há objetivos para conquistar.

Em conferência de imprensa, no Seixal, o técnico assumiu que mesmo a conquista do segundo lugar na I Liga “é um sonho”, porque o Benfica já não depende apenas de si próprio para alcançá-lo, mas lembrou também que alguns dos rivais “não vão ganhar nada”.

“Já que estamos a falar em sonhos, se me perguntassem no início da época se o meu sonho em termos de projeto para o Benfica era isto, nem nos meus sonhos existia. Se é uma época falhada? Neste momento nunca vai ser positiva, mas ainda há algumas coisas para conquistar”, lembrou Jorge Jesus.

O técnico acabaria por voltar a frisar, no entanto, que as suas “culpas, entre aspas”, assim como “dos jogadores e de toda a estrutura”, são “muito reduzidas”, antes de sublinhar que a época não está totalmente perdida.

“Faltando quatro jogos que ainda podem dar alguns títulos ao Benfica, que não são os mais importantes, esse é o campeonato, mas sabendo que há outros rivais que não vão ganhar nada, não posso ter essa afirmação de que é uma época falhada”, concluiu.

Entre os títulos que o Benfica ainda pode ganhar, além da Taça de Portugal, o treinador inclui o troféu de melhor marcador do campeonato, que está ao alcance de Seferovic, que lidera a lista com 18 golos, tantos quanto o sportinguista Pedro Gonçalves.

Jesus reconheceu que essa é uma ideia que tem em mente “enquanto treinador”, lembrou que o suíço “está numa posição privilegiada” e “dependente dele” para ser o melhor marcador, além de assumir que “o grupo vai ajudá-lo em todas as situações em que ele possa fazer golo, como grandes penalidades”, antes de uma tirada de humor quando já tinha concluído a resposta.

“Grandes penalidades ele não vai ter, porque o Benfica não tem grandes penalidades. Aqui equivoquei-me, não vai ter”, ironizou o técnico.

Sobre a visita ao Nacional, na Madeira, na terça-feira, Jesus revelou que não vai poder contar com Rafa, que “vinha há três jogos a dar sinais de um problema no pé”, motivo pelo qual “vinha baixando o seu rendimento e chegou o momento de parar”.

O adversário “ainda sonha ficar na I Liga”, tal como o Benfica ainda pode “sonhar chegar ao segundo lugar”, mas as expectativas dos ‘encarnados’ são “as melhores”, apesar de saberem que jogar “na Choupana é sempre difícil para qualquer equipa” e a situação piora “em função da classificação do adversário”, envolvido na fuga à despromoção.

A partida da 32.ª e antepenúltima jornada da I Liga tem início marcado para as 18:00 de terça-feira e o Benfica está obrigado a ganhar para manter vivas as hipóteses de apuramento direto para a Liga dos Campeões, através do segundo lugar, mas precisa que o FC Porto não vença dois dos três jogos que faltam disputar.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página