loading

Vítor Oliveira aponta a três vitórias dos sub-21 a encerrar a qualificação

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

O Benfica precisa de fazer uma revolução no plantel para a próxima época?

O jogador Vítor Oliveira afirmou hoje que a seleção portuguesa de sub-21 pretende conquistar três vitórias no encerramento da fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2023 e assegurar a liderança do agrupamento.

Vítor Oliveira aponta a três vitórias dos sub-21 a encerrar a qualificação

“São três jogos em que vamos trabalhar muito para ganhar. O objetivo é sempre esse e temos três jogos para conquistar três vitórias”, começou por dizer o avançado, numa conferência de imprensa realizada na Cidade do Futebol, em Oeiras, antes do treino da seleção nacional.

Vítor Oliveira chega à concentração da equipa das ‘quinas’ depois de uma temporada em que foi opção regular do treinador Carlos Carvalhal na equipa principal do Sporting de Braga, esperando agora “dar continuidade” ao “ótimo trabalho” que foi realizando.

“Sou um ponta de lança muito agressivo e tenho características diferentes. Posso ser muito diferente, ter qualidades muito diferentes, mas, se não der o meu melhor nos treinos ou nos jogos, acabo por não ser opção”, expressou o dianteiro, com 22 anos.

A partilhar a posição com os benfiquistas Gonçalo Ramos e Henrique Araújo, tal como com Fábio Silva, dos ingleses do Wolverhampton, Vítor Oliveira, mais conhecido como Vitinha, revelou que a disputa pela titularidade entre os quatro atletas é “saudável”.

“Cada um de nós vai tentar dar o melhor nos treinos para conquistar espaço. Depois, cabe ao ‘mister’ decidir quem vai jogar. Acaba por ser uma disputa saudável”, realçou.

Depois de, com “nove ou 10 anos”, ter começado a treinar com os seniores na aldeia de onde é natural, Vítor Oliveira sublinhou que nunca imaginou “chegar a um patamar destes”, afirmando sentir-se “muito mais confortável” a alinhar como ponta de lança.

Ao segundo dia de concentração, o treino de hoje contou com os mesmos 15 atletas – três guarda-redes e 12 jogadores de campo -, sem nenhuma novidade no grupo, que ainda tem de fora 10 futebolistas, a serem todos integrados até ao final desta semana.

Os defesas João Mário, Eduardo Quaresma, Tiago Djaló e Nuno Tavares, os médios Tiago Dantas, Fábio Vieira e Fábio Carvalho e os avançados Francisco Conceição, David da Costa e Fábio Silva foram autorizados a apresentarem-se mais tarde, devido aos encontros que ainda disputaram nos últimos dias, ao serviço dos respetivos clubes.

Por outro lado, o dianteiro Pedro Neto foi dispensado dos trabalhos dos sub-21, devido a uma lesão sofrida no domingo, pelos ingleses do Wolverhampton, numa partida com o Liverpool, na qual inclusive até foi o autor do tento da sua equipa no desaire por 3-1.

Os vice-campeões europeus de sub-21 concluem em junho a qualificação para a prova continental, que se vai realizar na Roménia e na Geórgia, em 2023, com três encontros do Grupo 4: deslocações a Bielorrússia, em 04 de junho, e Liechtenstein, em 07 de junho, e receção à Grécia, marcada para o Estádio Cidade de Barcelos, em 11 de junho.

Portugal lidera o agrupamento, com 19 pontos, seguido da Grécia, com 17, enquanto a Islândia e a Bielorrússia somam nove. O Chipre, com oito, e o Liechtenstein, ainda sem qualquer ponto somado, ocupam as duas últimas posições. Os primeiros posicionados de cada grupo apuram-se diretamente, enquanto os segundos disputam um ‘play-off’.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página