loading

Portimonense: Rui Gomes e Yago Cariello prometem trabalhar muito para ajudar o clube

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está a reforçar-se melhor no mercado?

O extremo Rui Gomes e o avançado Yago Cariello, dois dos sete reforços já anunciados pelo Portimonense, da I Liga, prometem muito trabalho para ajudar o clube algarvio a alcançar os seus objetivos.

Portimonense: Rui Gomes e Yago Cariello prometem trabalhar muito para ajudar o clube

“[O salto para a Liga] foi vivido com muita ambição e motivação, porque eu não tive o prazer de jogar na I Liga, mas tenho trabalhado para isso. Espero ser muito feliz, e com certeza que vou ser neste clube. Senti-me muito feliz pelo convite e quero agradecer a oportunidade. Foi devido ao meu trabalho e só tenho de dar continuidade a esse trabalho pelo Portimonense. O mais importante é ajudar o clube a alcançar os seus objetivos”, disse Rui Gomes, em conferência de imprensa.

O futebolista português, de 24 anos, que assinou por três épocas, já esteve do outro lado, quando, na época 2020/2021, ao serviço da União de Leiria, do Campeonato de Portugal, marcou o golo decisivo (1-0) num jogo que eliminou o Portimonense da Taça de Portugal.

“Foi um jogo completamente marcante. Tive a felicidade de marcar o golo que deu a passagem à eliminatória seguinte. E agora estou a representar o clube que estava do outro lado. Vou continuar a dar o meu máximo, a dar o meu melhor, para poder trazer felicidade a este clube”, sublinhou.

Rui Gomes considera-se um “extremo à antiga” e foi assim que jogou na última temporada, pelo Sporting da Covilhã.

“Mas tenho mais características e espero pô-las em prática para ajudar o Portimonense. Gosto muito de puxar para dentro a partir da direita, para poder rematar com o meu pé esquerdo, e também gosto de jogar na linha aberto, para ir para o ‘um para um’ e fazer os desequilíbrios”, acrescentou, elogiando a estrutura do clube algarvio.

O brasileiro Yago Cariello, ex-União de Santarém, da Liga 3, também reforçou o ataque dos algarvios, por três temporadas, e espera fazer muitos golos.

“Vim para fazer golos. E trabalho todo o dia para isso, me dedico muito, me cobro muito. Com trabalho há sucesso e estou muito confiante. Todos os jogadores das divisões inferiores sonham em chegar ao patamar acima. Eu fui feliz, mas trabalhei muito para isso também. Não foi fácil chegar aqui, fiquei muito feliz pela oportunidade que o Portimonense me deu e estou a trabalhar bastante para me manter aqui”, apontou o atacante, que na época passada foi figura ao marcar um ‘poker’ (quatro golos) frente ao Vitória de Setúbal.

O ponta de lança mostrou-se muito prático na hora de elencar as suas características, salientando que o mais importante é mesmo marcar golos, seja de que forma for.

“Para nós, atacantes, quando a bola vem o nosso objetivo é fazer o golo, não importa se é de cabeça, pé direito, pé esquerdo, ombro, barriga, canela. Não importa, o ‘negócio’ é fazer o golo. Os pontos mais fortes? Cabeça e pé esquerdo estão sempre calibrados”, finalizou, referindo que quer “aproveitar as oportunidades” para poder pensar em dar o salto para patamares superiores.

O Portimonense tem estreia marcada na I Liga de futebol 2022/23 para 07 de agosto, com a receção ao Boavista.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página