loading

Mundial-2022: Bryan Ruiz assume que queria ter ficado no Sporting

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Até onde chega Portugal no Mundial 2022?

O avançado costa-riquenho confessou hoje que queria ter continuado no Sporting, após o final da época 2017/18, pelo que não esquece as «recordações lindas» que tem do clube lisboeta, que representou durante três temporadas.

Mundial-2022: Bryan Ruiz assume que queria ter ficado no Sporting

Na véspera do encontro de estreia da Costa Rica no Grupo E do Mundial2022, no Qatar, diante da Espanha, o capitão da seleção dos 'ticos' falou em conferência de imprensa da passagem pelo emblema 'leonino', que tem "no coração".

”Deixa-me muito feliz o que vivi lá [no Sporting]. Foram momentos muito incríveis, três anos também com a minha família e nasceram lá [em Lisboa] dois dos meus filhos. É um clube que está no meu coração. Mas não pude continuar, porque queria continuar”, lamentou o internacional pela Costa Rica em 145 ocasiões.

Bryan Ruiz, que há dois meses anunciou que vai terminar a carreira em 17 de dezembro, numa partida entre o Alajuelense, atual clube e no qual foi formado, e os neerlandeses do Twente, sendo que poderá ainda estar no Qatar com a seleção, lembrou os amigos que deixou em Alvalade, onde espera voltar em breve.

“Vivi anos lindos [no Sporting], está no meu coração e sigo-o sempre. Tenho amigos lá, como o Coates, o capitão da equipa, que também está aqui [no Mundial ao serviço do Uruguai]. Então, só tenho recordações lindas do Sporting, espero visitar novamente Lisboa e ir ver alguns jogos”, recordou.

Ruiz, de 37 anos, foi formado no Alajuelense, mas ainda muito jovem partiu para o Gent, da Bélgica, de onde se transferiu para o Twente.

Na formação neerlandesa jogou entre 2009 e 2012, registando um recorde de 97 jogos disputados, um título de campeão dos Países Baixos, em 2010, duas Supertaças, em 2010 e 2011, e uma Taça, em 2011.

Ao serviço do Twente disputou a Liga dos Campeões, mas sairia para o Fulham, de Inglaterra, a que se seguiria o regresso ao futebol neerlandês, para o PSV Eindhoven, a transferência para o Sporting e para o Santos, do Brasil, antes de voltar ao Alajuelense, em 2020, depois de 14 anos a jogar no estrangeiro.

O extremo representou o Sporting entre 2015 e 2018, participando em 121 partidas e marcando 18 golos pelos ‘leões’, ao serviço dos quais conquistou uma Supertaça, em 2015.

Ruiz é considerado uma das lendas do futebol na Costa Rica, por cuja seleção fez 145 jogos, tendo participado nos Mundiais de 2014, no Brasil, e 2018, na Rússia, estando agora prestes a disputar o Mundial2022.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página