loading

Fernando Santos: «O Uruguai tentou tudo, mas vencemos o jogo de forma justa»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem é o principal responsável pela eliminação de Portugal do Mundial no Qatar?

Declarações de Fernando Santos, selecionador de Portugal, na zona de entrevistas rápidas após o Portugal-Uruguai (2-0), jogo da segunda jornada do Grupo H do Mundial do Qatar, disputado em Lusail.

Fernando Santos: «O Uruguai tentou tudo, mas vencemos o jogo de forma justa»

“Portugal fez um grande jogo, a equipa jogou bem. Foi um jogo muito difícil. O Uruguai entrou a pressionar forte, tivemos algumas dificuldades para circular bem a bola. Depois conseguimos libertar-nos, encontrar espaços, controlar a partida e não permitir que o Uruguai aproveitasse as transições.

A partir dos 30 minutos, o jogo ficou mais equilibrado, começámos a circular a bola mais por trás, entre os centrais. O Uruguai chegou-se à frente, encostou-nos lá atrás. Esse 15 minutos finais da primeira parte foram mais difíceis, por mérito do Uruguai, que tem muita qualidade.

Ao intervalo, disse aos jogadores para voltarmos ao registo habitual. O Uruguai tentou tudo, mas vencemos o jogo de forma justa.

[Nuno Mendes] Vai fazer exames. Sentiu uma espécie de contratura. Vamos deixar passar estas primeiras 24 horas e, depois, há-de fazer exames e veremos como ele está.

[O jogo de 2018] Foi um jogo de oitavos de final. Neste momento, garantimos a passagem à segunda fase. Esse jogo, poderia ter caído para qualquer lado e caiu para o Uruguai. Hoje, vencemos merecidamente e garantimos a qualificação.

[No jogo com a Coreia do Sul] Não farei muitas modificações. Agora, um ou outro jogador terá de recuperar melhor. Depois de amanhã, vamos ver como estão. Entramos em todos os jogos para ganhar e não temos por princípio facilitar e respeitamos todos os adversários. Além de que tenho confiança em todos os jogadores.

Ainda não garantimos o primeiro lugar. O Gana ainda tem uma palavra a dizer, mas queremos o primeiro lugar.

Era o que desejava e esperava que a equipa conseguisse [duas vitórias em dois jogos]. Ainda em Lisboa, disse que a equipa estava unida e que o espírito era fortíssimo. Esperava que a equipa desse a resposta que está a dar. Mas nunca sabemos se o que queremos acontece.

[Eventual confronto com o Brasil nos oitavos de final] Se tivéssemos de jogar, seria um jogo tremendo. O nosso desejo e, talvez, do Brasil é que não nos encontremos agora. Temos uma forte probabilidade de acabar em primeiro lugar do grupo e queremos ser primeiros. Não só pela questão do Brasil, mas porque queremos acabar em primeiro”.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página