loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Sporting vence Marítimo (3-2) e coloca-se a três pontos do líder FC Porto

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Sporting reduziu hoje de cinco para três pontos a distância para o líder FC Porto, ao vencer em casa o Marítimo por 3-2, em encontro da nona jornada da I Liga portuguesa de futebol.

A reviravolta assentou no temperamento e espírito guerreiro que a equipa revelou, mantendo o adversário sob constante pressão na segunda parte, e nas alterações feitas por Leonardo Jardim, cujas opções iniciais falharam rotundamente.

Jardim procedeu a quatro alterações em relação ao jogo do Dragão, fazendo entrar Jefferson, Eric Dier, Vítor e Carrillo para os lugares de Piris, Marcelo, André Martins e Wilson Eduardo, alterações que não surtiram efeito.

O treinador “leonino” emendou a mão na segunda parte, na qual lançou Wilson Eduardo e Slimani, ainda a tempo de salvar os três pontos. Ainda entrou Carlos Mané, sobre o final.

Na primeira parte, o Sporting permitiu ao Marítimo jogar no campo todo, foi sempre lento a sair a jogar e previsível, com os setores muito distantes, a conceder espaços, com um futebol curto e pouquíssima chegada à área por parte dos médios.

Com Carrillo inexistente, o Sporting dependia muito das acelerações de Capel ou das incursões de Adrien pelo corredor central e Cédric, pelo flanco direito, as três unidades de maior rendimento, mas Montero estava sempre muito só na área.

Não obstante, o Sporting chegou à vantagem aos 29 minutos, num remate de fora da área de Capel, um golo que não tinha feito por justificar, pois o Marítimo, além de consistente a defender, mostrava capacidade para estender o jogo à área contrária, criando constantes sobressaltos com jogadores rápidos como Sami, Weeks (que falhou isolado um golo feito, aos 12 minutos na cara e Rui Patrício) e Heldon.

No entanto, cinco minutos depois, aos 34 minutos, num livre à entrada da área, Rúben Ferreira restabeleceu o empate, na execução de um livre à entrada da área, com Rui Patrício a lançar-se tarde e a não evitar o golo.

Este golo reforçou a confiança do Marítimo, que foi a equipa mais perigosa no último quarto de hora, com o seu quarteto ofensivo a criar muitos problemas à defesa do Sporting em rápidas transições ofensivas, face à perda rápida de bolas do meio-campo “leonino”, que apanhavam a equipa muito distendida em campo.

O segundo golo do Marítimo, de penálti, por Heldon, à beira do intervalo acabou por ser o corolário lógico da forma como o jogo evoluía.

Jardim trocou Carrilo por Wilson Eduardo e, 20 minutos depois, trocou Vítor por Slimani, dando mais peso na área, algo do qual o Sporting carecia.

A equipa “leonina” fez uma segunda parte de pressão constante, apelando muito ao "coração" dos jogadores e aumentando a intensidade do jogo, o que criou problemas à defesa insular que até aí parecia de uma solidez inamovível.

Não fosse o desacerto do goleador Montero e o Sporting teria operado a reviravolta mais cedo, mas hoje não era dia do avançado colombiano, que, aos 53, 58 e 60 minutos, falhou três excelentes oportunidades, dando sequência ao “zero” no Dragão.

O golo do empate surgiu aos 67 minutos, num cruzamento de Capel, ao qual Slimani deu o melhor seguimento de cabeça, tendo a bola ainda tocado na face interior do poste da baliza do Marítimo.

O penálti que decidiu a partida e que deixou o Marítimo reduzido a 10 unidades, por expulsão de João Diogo, que travou Montero em falta após cruzamento precioso de Wilson Eduardo, surgiu aos 75 minutos, cabendo a Adrien estabelecer o 3-2 final.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 1 de Novembro de 2013
Académica - Benfica, 0 - 3

Sábado, 2 de Novembro de 2013
Belenenses - FC Porto, 1 - 1
Sporting - Marítimo, 3 - 2

Domingo, 3 de Novembro de 2013
Estoril - V. Setúbal, 0 - 2
Nacional - Olhanense, 0 - 0
Arouca - Paços Ferreira, 0 - 0
Gil Vicente - V. Guimarães, 1 - 0
Sp. Braga - Rio Ave, 0 - 1

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página