loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Boavista: Lito Vidigal quer vencer Marítimo e até ‘espreita’ o sétimo lugar

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O treinador Lito Vidigal observou hoje que o Boavista ainda pode terminar a I Liga no sétimo lugar, mas lembrou que o objetivo da manutenção foi alcançado muito antes do jogo com o Marítimo, da 34.ª e última jornada.
Boavista: Lito Vidigal quer vencer Marítimo e até ‘espreita’ o sétimo lugar

"Se conseguirmos ganhar é possível chegar a essa posição, mas o nosso objetivo, até pelas dificuldades que fomos encontrando, era a manutenção e esse já foi conseguido", referiu o técnico do Boavista, atual 10.º classificado, em conferência de imprensa relativa ao jogo de sábado, na Madeira.

Lito Vidigal reforçou que o Boavista tem de "competir e tentar ganhar" sempre, "independentemente do adversário e do jogo".

"Foi sempre sobre isso que trabalhámos, competir para vencer todos os jogos. A nossa mentalidade é vencer e este jogo não foge à regra", enfatizou, excluindo que possa existir alguma descompressão pelo facto de o grande objetivo para esta época, a manutenção, já ter sido conseguido.

Lito Vidigal disse acreditar que "também se pode dar o contrário", como aconteceu no último jogo em casa, frente ao Sporting de Braga, que os axadrezados ganharam por 4-2.

"Também já tínhamos o objetivo conseguido e, se calhar, porque houve alguma descompressão, arrancámos a melhor exibição da época com um resultado bom e com muitos golos, contra uma equipa fortíssima", analisou.

Questionado sobre se iria dar oportunidade a jogadores que não jogaram ou foram menos utilizados, Lito Vidigal admitiu algumas alterações, como sucedeu diante do Braga, mas não por aqueles motivos.

O médio ganês Yaw Ackah, de 19 anos, estreou-se diante dos bracarenses como suplente utilizado e, segundo Lito Vidigal, está "convocado" para embate com o Marítimo.

O treinador ‘axadrezado’ descreveu o Marítimo, orientado por Petit, que também já dirigiu o Boavista, como "um adversário forte, que joga em casa, mudou muito e encontrou cinco ou seis jogadores muito bons no defeso"

Instado a fazer um balanço do que foi o percurso do Boavista desde que assumiu o comando técnico da equipa, à 20.ª jornada, Lito Vidigal destacou que o segredo foi o "trabalho e em todas as profissões é preciso tempo, repetir várias vezes para se adquirir a perfeição".

Lito Vidigal acrescentou que "o caminho foi muito duro e penoso", porque "num clube grande e histórico os resultados menos bons são muito mais pesados", considerando que "os adeptos tiveram o comportamento adequado" às necessidades da equipa.

O Marítimo, 11.º classificado, com 39 pontos, recebe o Boavista, 10.º, com 41, no sábado, às 15:30, no Estádio do Marítimo, no Funchal, em jogo da 34.ª e derradeira jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Programa da jornada:

Quinta-feira, 16 de Maio de 2019
Belenenses SAD - Nacional, 3 - 0

Sexta-feira, 17 de Maio de 2019
Sp. Braga - Portimonense, 2 - 0

Sábado, 18 de Maio de 2019
Feirense - Desp. Aves, 2 - 1
V. Setúbal - Rio Ave, 1 - 3
Marítimo - Boavista, 0 - 1
FC Porto - Sporting, 2 - 1
Benfica - Santa Clara, 4 - 1

Domingo, 19 de Maio de 2019
Tondela - Desp. Chaves, 5 - 2
Moreirense - V. Guimarães, 1 - 3

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler