loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Presidente do Rio Ave admite necessidade de “3 a 4 reforços cirúrgicos”

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O presidente do Rio Ave, António Silva Campos, admitiu hoje que a equipa precisa de "três ou quatro reforços cirúrgicos" para encarar a nova época da I Liga portuguesa de futebol.
Presidente do Rio Ave admite necessidade de “3 a 4 reforços cirúrgicos”

O dirigente partilhou a ideia no primeiro de treinos do plantel vila-condense da temporada 2019/20, embora confessando que a incursão ao mercado tem de ser feita "sem precipitações".

"Até agora saíram do plantel três ou quatro jogadores de grande qualidade que temos de colmatar com reforços cirúrgicos. Mas não nos podemos precipitar, pois o que vão entrar serão muito importantes para os nossos objetivos", afirmou.

O presidente do Rio Ave considerou que "o mercado ainda está muito aberto, com algumas competições ainda a decorrer e jogadores a procurarem fazer os melhores contratos", não afastando a hipótese de receber jogadores emprestados de outros clubes.

"Estamos atentos e temos jogadores já referenciados com quem vamos tentar chegar a acordo. Nos últimos anos temos recebido jogadores emprestados, mas queremos que isso seja apenas um último recurso para garantir atletas de qualidade, pois preferimos criar os nossos próprios ativos", disse António Silva Campos.

Além das entradas, o presidente do Rio Ave falou também de possíveis saídas, admitindo que o guarda-redes brasileiro Leo Jardim dificilmente ficará em Vila do Conde, divulgando o interesse do Mónaco, da liga francesa.

"Temos o jogador no mercado e tem sido muito solicitado. Estamos na parte final das negociações e dificilmente irá ficar. Além do Mónaco, há outros clubes interessados. Acreditamos que teremos um forte encaixe financeiro, porque o jogador está muito valorizado", partilhou o dirigente.

António Silva Campos, que admitiu também, que na negociação do guarda-redes, o Rio Ave poderá receber contrapartidas sobre a forma de atletas, sendo falada a cedência do internacional jovem português Gil Dias, que pertence aos quadros do Mónaco, colocou a fasquia de objetivos da equipa para a próxima época na luta pela Liga Europa.

"Temos feito boas épocas, e nos últimos cinco anos fomos três vezes à Liga Europa. A temporada passada acabamos em sétimo, e achamos que podíamos ter feito melhor. Mas queremos manter o paradigma de estar nos oito primeiros lugares e lutar por uma vaga para a Europa", vincou o presidente do Rio Ave.

Na mesma linha de pensamento, Tarantini, capitão de equipa, que vai cumprir a 12.ª época no estádio dos Arcos, prometeu um Rio Ave "competente e a querer cimentar as propostas do novo treinador [Carlos Carvalhal]".

"Queremos ser melhores do que o ano passado e não repetir os momentos menos bons que tivemos e voltar a repetir o feito da Liga Europa. Queremos ser uma equipa que traga visibilidade aos jogadores e treinadores e boas recordações para os adeptos", afirmou o médio, de 35 anos.

O experiente jogador lembrou que depois da "grande remodelação da época passada, quando entraram 17 novos jogadores, o grupo tem agora mais estabilidade, conhecimento e qualidade", acreditando que a chegada de novos elementos possa manter essas premissas.

Sobre o novo treinador Carlos Carvalhal, e ainda antes de ter cumprido a primeira sessão de trabalhos sob as suas ordens, Tarantini falou num técnico cujo "percurso e currículo falam por si".

"Admitimos que é um nome que traz prestígio ao Rio Ave, e acreditamos que a proposta de trabalho que trará será boa, mantendo a identidade que a equipa tem apresentados nas últimas épocas", antecipou o capitão.

Hoje, no primeiro dia de trabalho da nova época, o técnico Carlos Carvalhal trabalhou com um grupo de 21 jogadores, ainda sem reforços garantidos.

O primeiro teste ao grupo será feito este sábado, num jogo de preparação frente a uma seleção de jogadores do campeonato de futebol popular do concelho de Vila do Conde.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler