loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

João Henriques: «Um jogador que abre a cabeça não a abre porque o fez sozinho»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Silas é uma boa opção para o Sporting?

Declarações de João Henriques, treinador do Santa Clara, no final do encontro frente ao FC Porto, da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Porto e que terminou com a vitória dos ‘dragões' por 2-0.
João Henriques: «Um jogador que abre a cabeça não a abre porque o fez sozinho»

"Um jogador que abre a cabeça não a abre porque o fez sozinho. Houve um cotovelo que lhe embateu na cabeça. Se esse lance fosse no meio do campo não havia amarelo? Não estou a dizer que foi propositado, mas aconteceu. Mas naquele lance acho que não devemos ser acéfalos. Não é uma critica à arbitragem porque admito que o arbitro não tenha visto. Mas há um VAR [videoárbitro].

Não quero com isto dizer que o FC Porto não mereceu vencer. Mereceu. Foram melhores, mais competentes. Mas tenho a minha opinião. Nós até só fizemos um remate ao longo de 90 minutos. Mas naquele lance tenho a minha opinião. Este lance apenas nos poderia trazer ao jogo. Porque já estava 2-0.

O que melhorámos da primeira para a segunda parte foi a agressividade. Melhorando isso as individualidades sobressaem. Ainda assim tivemos poucas bolas nas zonas de finalização. Não fomos suficientemente perigosos para colocar em causa a superioridade do FC Porto.

Houve mérito do FC Porto porque é forte e apresentou-se forte e demérito para as nossas dinâmicas, tanto defensivas como ofensivas."

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler