loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

QF Euro 2020: Dinamarca e Suíça eliminam Irlanda, no dia do pleno da Itália

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

A Dinamarca empatou (1-1) na Irlanda e conquistou um lugar na fase final do Europeu de futebol de 2020, juntamente com a Suíça, que só tinha pela frente a ‘formalidade’ de vencer em Gibraltar, goleando por 6-1.
QF Euro 2020: Dinamarca e Suíça eliminam Irlanda, no dia do pleno da Itália

Num dia em que a Itália, com um ‘imponente’ 9-1 à Arménia, fechou a qualificação com o pleno de 10 triunfos, dois anos depois de falhar o apuramento para o Mundial de 2018, a grande derrotada do dia foi, assim, a República da Irlanda.

Os irlandeses precisavam de ganhar, mas nunca estiveram nessa situação, pois foram os dinamarqueses que marcaram primeiro, aos 73 minutos, por intermédio de Martin Braithwaite.

Aos 85 minutos, Matt Doherty, jogador do Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, ainda devolveu a esperança ao Aviva Stadium, mas, até final, o ‘onze’ de Age Hareide conseguiu suster o ataque desesperado dos irlandeses e segurar o apuramento.

Os dinamarqueses perderam, ainda assim, o primeiro lugar do grupo D, conquistado pela Suíça, que, sem o lesionado Seferovic, goleou em Gibraltar por 6-1, num jogo em que Cédric Itten foi o único a ‘bisar’ e também faturou o ex-Benfica Loris Benito.

A Suíça totalizou 17 pontos, contra 16 da Dinamarca, 13 da República da Irlanda, que ficou fora apesar de só ter perdido um jogo (0-2 na Suíça), oito da Geórgia e nenhum de Gibraltar.

No grupo J, a Itália tinha o desafio de ser tornar a primeira seleção a fechar com o pleno de vitórias – a Bélgica também o pode conseguir, na terça-feira – e conseguiu-o de forma expressiva, ao golear em Palermo a Arménia por impressionantes 9-1.

Ciro Immobile e Nicolò Zaniolo foram os dois jogadores transalpinos que conseguiram ‘bisar’, num embate em que a formação da casa já goleava ao intervalo por 4-0.

A Finlândia, a outra apurada do agrupamento, esteve a vencer na Grécia, com um golo de Teemu Pukki (27 minutos), mas, na segunda parte, os helénicos, com o benfiquista Vlachodimos na baliza, deram a volta, com tentos de Petros Mantallos (47) e Kostas Galanopoulos (70).

Por seu lado, a Bósnia-Herzegovina venceu tranquilamente por 3-0 no Liechtenstein, com um tento de Eldar Civic e dois de Armin Hodzic, todos na segunda parte.

Quanto ao grupo F, a Espanha somou mais uma goleada, perante a Roménia (5-0), com quatro golos na primeira parte, num encontro em que Gerard Moreno ‘bisou’. Fabián Ruiz, Mikel Oyarzabal e um autogolo completaram o resultado.

A Suécia, segunda colocada, também ganhou, por ‘tímidos’ 3-0 na receção às Ilhas Faroé, com tentos de Sebastian Andersson, Mattias Svanberg e John Guidetti.

No outro encontro, a Noruega venceu por 2-1 em Malta, com tentos de Joshua King, aos sete minutos, e Alexander Sorloth, aos 62. Pelos locais, marcou Paul Fenech, aos 40.

A fase de grupos de qualificação para o Euro2020 fecha na terça-feira, dia em que, no grupo E, Hungria, País de Gales e Eslováquia lutam pela última vaga, não contando as quatro que serão atribuídas no ‘play-off’.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler