loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Portimonense quebra jejum de três meses com vitória frente ao Famalicão

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O Portimonense quebrou hoje um jejum de vitórias que se prolongava há mais de três meses, ao bater o Famalicão em casa, por 2-1, em jogo da 12.ª jornada da I Liga.
Crónica: Portimonense quebra jejum de três meses com vitória frente ao Famalicão

Os golos de Dener, aos 33 minutos, e de Lucas Possignolo, aos 73, de grande penalidade, valeram o triunfo, sofrido nos minutos finais, depois de Fábio Martins ter reduzido a diferença no terceiro minuto de descontos.

O Portimonense, que não ganhava há nove jogos (2-1 em Tondela, em 19 de agosto, na segunda ronda), subiu ao 14.º lugar, com 11 pontos, enquanto o Famalicão permanece no terceiro posto, com 24 pontos.

Com três novidades no 'onze' - Fernando, Henrique e Dener -, António Folha manteve a opção pelos três centrais num esquema de 5-4-1, enquanto os famalicenses jogaram no habitual 4-3-3, com Roderick e Guga a regressarem à titularidade.

Depois de um quarto de hora de estudo mútuo, os algarvios começaram a revelar-se mais práticos e verticais, chegando com rapidez à baliza de Rafael Defendi, 'pegaram' na partida e, no espaço de poucos minutos, criaram várias ocasiões claras de golo.

Aos 18 minutos, Dener cabeceou com perigo ao lado e, três minutos depois, novamente de cabeça, obrigou Defendi a esticar-se para grande defesa.

Pelo meio, aos 19, foram Jackson Martinez e Koki Anzai, que, com a baliza deserta, falharam o desvio, após boa jogada individual de Henrique na esquerda.

Os adeptos do Portimonense sentiam que o golo estava iminente e, aos 33 minutos, festejaram mesmo: Aylton Boa Morte, numa incursão pela direita, cruzou atrasado para a entrada fulgurante de Dener, que rematou à entrada da área sem hipóteses.

O Famalicão, a um nível inferior àquilo que tem exibido na Liga, esteve muito apagado no primeiro tempo e só incomodou o adversário com um remate de Diogo Gonçalves por cima, perto do intervalo (41).

O descanso fez bem aos forasteiros, que surgiram mais dinâmicos e transfigurados do ponto de vista ofensivo, nomeadamente com combinações mais rápidas a meio-campo, criando dificuldades aos algarvios.

Toni Martinez desperdiçou a primeira oportunidade, aos 55 minutos - surgiu isolado, mas rematou fraco e à figura de Ricardo Ferreira -, e Pedro Gonçalves, aos 62, também surgiu na 'cara' de Ricardo Ferreira, mas atirou rasteiro ao lado.

Observando o incómodo do seu conjunto nesta fase, o técnico do Portimonense, António Folha, mexeu na equipa, mas esta, sem beneficiar das mudanças, acabou por aumentar a vantagem, aos 73 minutos, num penálti de Lucas Possignolo a castigar falta de Roderick sobre Aylton Boa Morte.

O Famalicão tentou reentrar no jogo, com Diogo Gonçalves a atirar ao poste (81) e Anderson a obrigar Ricardo Ferreira a grande defesa (84), e ainda reduziu a diferença, por Fábio Martins, aos 90+3, na recarga a uma grande penalidade marcada pelo próprio e sustida pelo guardião algarvio.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019
Santa Clara - Boavista, 1 - 2

Sábado, 30 de Novembro de 2019
Moreirense - Desp. Aves, 3 - 2
Benfica - Marítimo, 4 - 0
Portimonense - Famalicão, 2 - 1

Domingo, 1 de Dezembro de 2019
Tondela - Belenenses SAD, 0 - 1
V. Setúbal - V. Guimarães, 1 - 1
Gil Vicente - Sporting, 3 - 1

Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2019
Sp. Braga - Rio Ave, 2 - 0
FC Porto - Paços Ferreira, 2 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler