loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Sporting da Covilhã vai estar «numa bolha» no regresso ao trabalho

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Sporting da Covilhã, da II Liga de futebol, regressa ao trabalho na segunda-feira e a equipa vai ficar "numa bolha", em estágio até ao final do mês, informou o presidente, José Mendes, durante a Assembleia-Geral do clube.
Sporting da Covilhã vai estar «numa bolha» no regresso ao trabalho

Além do estágio de três semanas na Pousada da Juventude da Serra da Estrela, nas Penhas da Saúde, o emblema serrano tenciona implementar várias restrições para evitar o contágio por covid-19 e o grupo vai trabalhar com um número reduzido de pessoas.

"A equipa vai ficar isolada. Vai haver uma bolha, mesmo dentro do estádio. Vamos trabalhar só com quem trabalha diretamente com a equipa. Não vão ter acesso nem diretores", explicou o presidente serrano, na noite de quarta-feira.

José Mendes diz que a Direção-Geral da Saúde é exigente, mas que o emblema serrano tem condições para cumprir à risca, e que, para "olhar pela saúde de todos, a equipa vai ficar isolada".

"Na segunda-feira, os nossos jogadores vão chegar, mas não vai haver apresentação, nem para a comunicação social, nem para ninguém, porque temos medidas estritas a cumprir", informou o dirigente.

Nos primeiros dias estão previstos treinos individuais e só quando todos os jogadores forem testados ao novo coronavírus se vão equacionar os treinos conjuntos, adianta José Mendes.

Neste momento, "não estão autorizados jogos de preparação".

O calendário discutido na última reunião na Liga de clubes prevê que a temporada comece em 15 de agosto, com a primeira jornada da Taça da Liga, e uma semana depois o campeonato.

Embora "nada esteja fixo" e tudo esteja "em discussão", o presidente do Sporting da Covilhã considera "urgente" começar a II Liga, parada desde março, caso contrário acredita que a maior parte dos clubes "vai ter graves problemas".

"É urgente retomarmos, porque se não tivermos campeonato não temos receitas de televisão e isso vai complicar a vida financeira aos clubes todos", alerta o presidente dos ‘leões da serra’, emblema há mais anos consecutivos no segundo escalão do futebol nacional.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página