loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

André Villas-Boas: «Tivemos muita falta de sorte»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Declarações de André Villas-Boas após o triunfo do FC Porto por 2-0 sobre o Marselha, em jogo da quarta jornada do grupo C da Liga dos Campeões de futebol.
André Villas-Boas: «Tivemos muita falta de sorte»

“Tivemos muita falta de sorte. O primeiro golo foi muito parecido com o primeiro sofrido no Dragão, com muitos ressaltos. Um pouco de falta de sorte.

A primeira parte foi equilibrada, com poucas o oportunidades para ambas as equipas. Esse primeiro golo abateu-nos. A bola sobrou para o Zaidu que fez o 1-0. Fizemos alterações para procurar o empate que nos deram outra dinâmica no ataque.

Pensamos que depois da expulsão poderíamos procurar o empate. Precisávamos de um golo para nos dar confiança, mas acabámos por sofrer. A falta que dá origem ao penálti é infantil, mas há uma falta que precede esse lance e que o fiscal de linha não marca. São lições que temos de tirar. Todo o esforço, determinação e empenho que tivemos esta semana não chegaram. Esta competição é duraHoje o aspeto emocional e o desejo estiveram presentes. Tenho de confortar os meus jogadores, porque deram tudo e trabalharam bem esta semana. Um dia as coisas vão correr bem para nós.

Fomos incompetentes, resta-nos jogar pela terceiro lugar. Vamos ver. Há um Olympiacos-FC Porto, resta-nos essa pequena esperança.

A lição que temos de tirar é que o esforço, trabalho e dedicação ao longo da semana não foi suficiente. Esta é uma competição dura.”

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página