loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Santa Clara: Daniel Ramos quer derrotar o Famalicão para continuar «percurso positivo»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O treinador do Santa Clara afirmou hoje que pretende uma equipa com “competência” para derrotar o Famalicão no jogo da 14.ª jornada para continuar o “percurso positivo” da equipa açoriana na I Liga.
Santa Clara: Daniel Ramos quer derrotar o Famalicão para continuar «percurso positivo»

“Vamos para dentro de campo com esse objetivo, respeitando o adversário, que tem muito valor, mas com a ambição natural de quem quer continuar a fazer um percurso positivo. Neste caso uma vitória dá-nos essa possibilidade”, declarou o treinador.

Daniel Ramos falava hoje em conferência de imprensa no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, antes da receção ao Famalicão.

O técnico disse ser necessária “competência” para derrotar a equipa famalicense e destacou a importância de uma vitória para afastar o Santa Clara de “posições mais incómodas” na classificação.

“Amanhã [domingo], é preciso competência. Temos de trabalhar muito, temos de correr muito, temos de ser organizados, temos de ser competentes a atacar e a defender”, afirmou.

Daniel Ramos desvalorizou o facto de o Famalicão ser o lanterna-vermelha da classificação, uma vez que o “campeonato está muito equilibrado”.

“O campeonato está muito equilibrado e o próximo jogo é do campeonato e contra uma boa equipa e para nós a classificação não diz nada. Basta ver o que fez o Famalicão a época passada. A classificação é mentira neste momento, mas é mentira para muitas equipas”, apontou.

Para o treinador, face ao “equilíbrio muito grande” na I Liga, a classificação atual não reflete o “real valor” das equipas.

“Muitas das equipas podem passar pelos lugares de baixo e rapidamente saírem de lá para zonas intermédias de meio da tabela. O equilíbrio é grande e nós temos de andar muito e ser competentes para conseguir pontos”, assinalou.

Questionado pelos pontos fortes do próximo adversário, o treinador destacou o “coletivo” e as “entradas de reforços” que se vão juntar aos “bons valores” que o plantel já tinha.

“O Famalicão tem prestações do ponto vista exibicional que não corresponderam aos resultados [que obteve]. Eu não destaco o individual, mas há muitos bons jogadores individuais. Eu destaco o lado coletivo do Famalicão”, salientou.

O treinador afirmou que pretende incutir uma “mentalidade vencedora” no plantel, uma vez que “ganhar tem de ser hábito” para a equipa açoriana.

Daniel Ramos avançou que o “estado anímico” da equipa é positivo, devido à vitória diante do Moreirense na terça-feira que permitiu aos açorianos assegurarem uma presença histórica nos quartos de final da Taça de Portugal.

“O estado anímico é positivo. Percebemos que realizamos boas prestações e vimos também a passagem de uma eliminatória da Taça e Portugal que nos deu a possibilidade de sermos reconhecidos e estarmos onde nunca estivermos”, apontou.

Para o campeonato, o Santa Clara vem de dois empates a uma bola, diante de Benfica e Boavista.

Já o Famalicão vem de duas derrotas, diante de FC Porto (4-1) e Tondela (1-0). Apesar da distância na tabela classificativa, apenas quatro pontos separam a equipa de João Pedro Sousa da de Daniel Ramos.

Santa Clara, sétimo classificado com 15 pontos, recebe o Famalicão, 18.º com 11, no próximo domingo, às 16:30, no estádio de São Miguel nos Açores.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página