ESC ONLINE

LE: Arsenal 'arruma' Sparta com três golos em seis minutos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Arsenal precisou de seis minutos para resolver uma eliminatória complicada frente ao Slavia de Praga, na segunda mão dos quartos de final da Liga Europa de futebol, enquanto Roma, Manchester United e Villarreal confirmaram o seu favoritismo.
LE: Arsenal 'arruma' Sparta com três golos em seis minutos

Depois do empate a um golo em Londres, previa-se uma segunda mão difícil para o Arsenal, em Praga, frente a uma equipa que tinha deixado pelo caminho nos oitavos de final os escoceses do Rangers, mas os ‘gunners’ precisaram apenas de seis minutos para marcarem três golos e arrumarem com a questão sobre quem seguiria em frente.

O ‘carrasco’ do Benfica na competição fez três golos quase de rajada, aos 18, 21 e 24 minutos, por Nicolas Pépé, Alexandre Lacazette (penálti) e o jovem Bukayo Saka, de 19 anos, respetivamente, e deixou a equipa checa sem hipóteses de reação.

Na segunda parte, os londrinos ainda chegaram ao quarto golo, aos 77 minutos, com internacional francês Lacazette a ‘bisar’.

Muito mais dificuldades enfrentou a Roma, treinada pelo português Paulo Fonseca, para eliminar o Ajax, a despeito da vitória por 2-1 trazida de Amesterdão, tanto mais que a equipa holandesa se adiantou no resultado aos 49 minutos, pelo jovem Brian Brobby, avançado de 19 anos, que tinha entrado após o intervalo a render o brasileiro Antony.

As coisas complicaram-se ainda mais para a equipa de Paulo Fonseca quando Dusan Tadic, aos 56 minutos, introduziu a bola pela segunda vez na baliza romana, valendo à Roma o vídeoárbitro (VAR) que descortinou uma falta a anteceder o remate do avançado sérvio.

O Ajax precisava de chegar ao segundo golo para assegurar o apuramento, mas quem marcou foi mesmo a Roma, pelo ponta de lança bósnio Edin Dzeko, e teve que sofrer na ponta final o assédio dos holandeses em busca do golo que forçaria o prolongamento.

Em Old Trafford, o Manchester United, que trazia um confortável 2-0 da primeira mão, voltou a vencer os espanhóis do Granada, pelo mesmo resultado, que começou a ser ‘construído’ logo aos seis minutos, pelo avançado uruguaio Edinson Cavani, e seria ‘selado’ ao minuto 90, através de um autogolo do central Jesus Vallejo.

O internacional português Bruno Fernandes foi titular e acabou por ser substituído já na segunda parte, aos 73 minutos, pelo regressado espanhol Juan Mata.

A outra equipa espanhola teve destino distinto, já que o Villarreal não sentiu especiais dificuldades em afastar da prova o Dínamo de Zagreb, surpreendente ‘carrasco’ do Tottenham, de José Mourinho, na eliminatória anterior, vencendo por 2-1, depois de já ter trazido uma vitória por 1-0 da capital croata.

O Villarreal arrumou a questão ainda na primeira parte, com dois golos, o primeiro por Paco Alcácer, aos 36 minutos, e o segundo aos 43, por Gerard Moreno, passando a gerir a vantagem na segunda parte sem sobressaltos, nem mesmo quando Mislav Orsic, herói da eliminação do Tottenham, reduziu, aos 74 minutos.

Nas meias-finais, marcadas para 29 de abril e 06 de maio, o Manchester United enfrenta a Roma, com a primeira mão a ser disputada em Inglaterra, e o Villarreal vai medir forças com o Arsenal, recebendo a equipa inglesa no primeiro jogo.

A final da Liga Europa está marcada para 26 de maio, na Arena Gdansk, na Polónia.

Programa da jornada:

Quinta-feira, 8 de Abril de 2021
Ajax - Roma, 1 - 2
Granada CF - Man Utd, 0 - 2
Dinamo Zagreb - Villarreal, 0 - 1
Arsenal - Slavia, 1 - 1

Quinta-feira, 15 de Abril de 2021
Slavia - Arsenal, 0 - 4
Villarreal - Dinamo Zagreb, 2 - 1
Roma - Ajax, 1 - 1
Man Utd - Granada CF, 2 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página