loading

Crónica: FC Porto arranca triunfo ao Vitória de Guimarães com reviravolta

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O FC Porto venceu hoje o Vitória de Guimarães, por 2-1, em partida da 12.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, em que os ‘dragões’ arrancaram o triunfo com uma reviravolta operada no segundo tempo.

Crónica: FC Porto arranca triunfo ao Vitória de Guimarães com reviravolta

Depois de Marcus Edwards ter inaugurado o marcador para os minhotos, aos 36 minutos, de grande penalidade, Luís Diáz, aos 38, ainda recuperou o empate antes do intervalo, tendo Evanilson, aos 59, colocado a formação portista em vantagem, numa altura em que Vitória já jogava reduzido a dez unidades, pela expulsão de Mumin (53).

Com este triunfo, o sétimo consecutivo na Liga, o FC Porto, mantém a liderança do campeonato, em igualdade com o Sporting, ambos com 32 pontos, mais um do que o Benfica, enquanto o Vitória de Guimarães ainda segura o sétimo posto, com 16.

Os minhotos até foram os primeiros a protagonizar uma ameaça de golo neste jogo, quebrando o inicial embalo ofensivo dos locais com um contra-ataque em que Bruno Duarte, em posição frontal e com parca oposição, desviou por cima um cruzamento de Janvier.

Apesar do atrevimento dos vimaranenses, o FC Porto não se intimidou e tentou, no imediato, corporizar o seu maior volume de jogo em situações de golo, tendo num remate de Luís Diáz, às malhas laterais, aos 17 minutos, deixado um aviso adversário.

Ainda assim, os contragolpes do Vitória eram uma ameaça frequente à defensiva portista, que surgiu com Fábio Cardoso no lugar do lesionado Pepe, tendo Rochinha, num remate em arco, de fora da área, ainda antes da meia hora, permitido ao guardião portista Diogo Costa uma das defesas da noite.

Mas foi só a partir dos 36 minutos que o desafio ganhou contornos mais emotivos, impulsionado pelo golo inaugural dos visitantes, apontado de grande penalidade, por Marcus Edwards, após sofrer uma falta de Zaidu, que numa primeira instância foi sancionada como livre, mas que com a intervenção do VAR foi retificada como castigo máximo.

A resposta dos ‘dragões’ ao revés foi quase imediata, com Luís Diáz, aos 38, a resgatar o empate, através de uma arrancada finalizada com um remate espetacular, que ainda bateu na parte interior do poste da baliza de Bruno Varela antes de fixar 1-1.

Com a partida de novo relançada, e as duas equipas inconformadas, o FC Porto ainda esteve perto da reviravolta, vendo um golo anulado, quando Mumin introduziu a bola para a própria baliza após desvio de Taremi, mas num lance onde iraniano dos dragões foi apanhado pelo VAR em fora de jogo.

Ainda antes do intervalo, o mesmo Mumin foi providencial, num corte em cima da linha de golo, que completou uma bela intervenção do guardião Vitória a travar um cabeceamento de Evanilson, mantendo o 1-1 até ao intervalo.

Após o descanso, os ‘azuis e brancos’, que surgiram com Vítinha no lugar de Sérgio Oliveira, mantiveram a pressão sobre o adversário, com Evanilson e Luís Diáz a tentarem a sorte de longe, mas sem a melhor pontaria.

Os minhotos surgiram menos afoitos a responder em contra-ataque, e ainda antes da hora de jogo sofreram uma contrariedade com expulsão de Mumin, por acumulação de amarelos, que acabou destabilizar a equipa.

Os ‘dragões’ sentiram essa fragilidade no rival e intensificaram as investidas, acabando por lograr a reviravolta aos 59 minutos, num desvio certeiro de Evanilson a uma assistência de Otávio.

Com a vantagem no marcador e em termos numéricos no relvado, o FC Porto desacelerou, e apesar de ainda esboçar alguns lances de perigo, desenhados por Taremi, era mais calculista na gestão de jogo, dando azo a que o Vitória acreditasse na recuperação e deixasse um aviso num contra-ataque esboçado por Edwards, que Rochinha finalizou com um remate contra um adversário.

Ainda assim, os ‘dragões’ mantiveram o controlo do desafio, e já perto do final, Corona, vindo do banco, esteve perto de ampliar a vantagem, mas não conseguiu surpreender o guardião Bruno Varela, que fez prevalecer o 2-1.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página