loading

Bola de Ouro: Messi ergue a sétima, Ronaldo fora do pódio pela primeira vez desde 2010

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O futebolista argentino Lionel Messi conquistou hoje a sétima Bola de Ouro da carreira, prémio atribuído pela revista francesa France Football, superando o polaco Robert Lewandowski e o itálo-brasileiro Jorginho, segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Bola de Ouro: Messi ergue a sétima, Ronaldo fora do pódio pela primeira vez desde 2010

O avançado, de 34 anos, que esta temporada trocou os espanhóis do FC Barcelona pelos franceses do Paris Saint-Germain, após 17 épocas na equipa principal ‘culé’, recolheu mais votos do que o ponta de lança polaco do Bayern Munique (Alemanha) e o médio itálo-argentino do Chelsea (Inglaterra).

Messi venceu o troféu em 2009, quando era só responsabilidade do France Football, em 2010, 2011, 2012 e 2015, numa associação da revista francesa à FIFA, e ainda em 2019, de novo sem a chancela da organização que superintende o futebol mundial.

O astro argentino conduziu a seleção ‘alviceleste’ à vitória na Copa América, selada em pleno Maracanã, com um triunfo sobre o Brasil por 1-0, numa prova em que foi o melhor jogador, marcador e ‘rei’ das assistências, além de totalista (630 minutos).

A juntar ao sucesso da Argentina, Messi ainda venceu a Taça do Rei e foi o melhor marcador da Liga espanhola, pela oitava vez, na despedida do FC Barcelona.

Apesar de ter ficado no segundo posto, Robert Lewandowski foi eleito avançado do ano, um dos novos prémios da revista gaulesa, assim como o galardão de clube do ano, atribuído aos ingleses do Chelsea.

O internacional português Cristiano Ronaldo, do Manchester United, vencedor do troféu em cinco ocasiões, obteve a sexta posição, ficando à frente dos compatriotas Bruno Fernandes (21.º), seu colega nos ‘red devils’, e Rúben Dias (26.º), do Manchester City.

Foi a primeira vez desde 2010 que o capitão da seleção das ‘quinas’ ficou fora do pódio do galardão atribuído pela revista francesa.

O internacional português, formado no Sporting e que jogou também no Real Madrid e na Juventus, ganhou em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, foi segundo em 2007, 2009, 2011, 2012, 2015 e 2018 e, ficou em terceiro em 2019.

O prémio de melhor guarda-redes do ano, denominado Troféu Yachine, foi alcançado pelo italiano Gianluigi Donnarumma, do Paris Saint-Germain, que sucedeu ao brasileiro Alisson Becker, do Liverpool.

Tem sido um ano incrível para mim. Honrámos todos os italianos [com a conquista do Euro2020]. Estou muito, muito orgulhoso”, revelou o guardião, 10.º colocado na luta pela Bola de Ouro.

A médio espanhola Alexia Putellas, que ajudou o FC Barcelona a vencer a Liga espanhola e a Liga dos Campeões, foi a eleita na categoria de melhor jogadora de 2021, à frente da colega de equipa Jennifer Hermoso e de Sam Kerr (Chelsea).

"Estou emocionada, é um momento muito especial. Este prémio é também das minhas companheiras, por tudo o que vivemos, e acreditem que, sem vocês, não seria possível. É um prémio individual, mas é do coletivo, de todos os técnicos e adeptos. Agradeço ao FC Barcelona, que é um privilégio representar, e à minha família e amigos”, afirmou a espanhola, de 27 anos, que sucedeu à norte-americana Megan Rapinoe.

Na categoria de melhor jogador jovem, Pedri, do FC Barcelona, recebeu das mãos do antigo defesa italiano Fabio Cannavaro, Bola de Ouro em 2006, o troféu Kopa, que distingue o melhor futebolista do ano com menos de 21 anos.

Fiz há pouco tempo 19 anos e esta é a melhor maneira de celebrar, junto dos melhores jogadores do mundo. Quero agradecer ao FC Barcelona, jogadores e treinadores. Obrigado Leo [Messi] por tudo o que me ensinaste. Este prémio dedico à minha família”, confessou.

O médio ‘culé’, que na corrida à Bola de Ouro foi 24.º classificado, superou a concorrência, ficando à frente de Jude Bellingham (Borussia Dortmund), Jamal Musiala (Bayern Munique), do português Nuno Mendes (Paris Saint-Germain), Mason Greenwood (Manchester United), Bukayo Saka (Arsenal) e Florian Wirtz (Bayer Leverkusen).

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página