loading

Sílvia Rebelo diz que Portugal fará «o que estiver ao alcance» para ir ao Mundial-2023

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Até onde chega Portugal no Mundial 2022?

A defesa Sílvia Rebelo afirmou hoje que a seleção portuguesa feminina vai “fazer tudo o que estiver ao alcance” para estar no Mundial-2023, precisando de superar, como primeiro obstáculo no ‘play-off’, a Bélgica.

Sílvia Rebelo diz que Portugal fará «o que estiver ao alcance» para ir ao Mundial-2023

“Sabemos que é um jogo de ‘mata-mata’. Para estarmos no próximo jogo, precisamos de ganhar este e isso faz toda a diferença. Sabemos que a Bélgica é muito competente, mas só dependemos de nós e queremos muito estar no Mundial. Vamos fazer tudo o que está ao nosso alcance”, assegurou a futebolista, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Sílvia Rebelo falou aos jornalistas antes de um apronto no qual não marcou presença, tal como a avançada Jéssica Silva, embora o selecionador Francisco Neto tenha tido à disposição as restantes 23 atletas convocadas para esta fase decisiva do apuramento.

“Todas as seleções querem estar no Mundial e nós não somos exceção. Trabalhámos muito, mas, infelizmente, não conseguimos o apuramento direto. Sabíamos que ia ser difícil, mas estarmos no ‘play-off’ já é mais uma oportunidade. É a isso que nos temos de agarrar, sermos competentes e conseguir colocar Portugal no Mundial”, expressou.

O formato diferente do ‘play-off’, de apenas um jogo, retira a “possibilidade de corrigir erros” para uma segunda partida, mas a internacional portuguesa realçou que as jogadoras vão ter de se adaptar “o mais rápido possível”, sendo que, ao mais alto nível, isso “faz parte”.

“Quando jogamos por Portugal, a responsabilidade tem de ser máxima. Quando temos outro jogo, podemos emendar erros e acaba por ser mais fácil na teoria, mas estamos conscientes do momento em que estamos. Portugal está bem e queremos que esteja no Mundial. Vai ser um bom jogo”, sublinhou a jogadora do campeão nacional Benfica.

Antes do treino, todas as jogadoras posaram para fotografias com uma tarja que dizia “Denuncia! Em integridade.fpf.pt”, em alusão ao recente caso de assédio sexual, que envolve o treinador Miguel Afonso e o diretor desportivo Samuel Costa, do Famalicão.

“Estamos solidárias. Encorajamos todas as pessoas que sofrem. Isto não é apenas no futebol, é na sociedade. Infelizmente, agora aconteceu no futebol, mas dar-lhes força e coragem para não se calarem”, frisou Sílvia Rebelo, quando questionada sobre o caso.

A equipa das ‘quinas’ recebe na quinta-feira a Bélgica, a partir das 18:00, no Estádio do Vizela, na primeira ronda do ‘play-off’ continental de apuramento para o Mundial2023.

Em caso de triunfo, a seleção portuguesa enfrenta a Islândia na segunda ronda, em 11 de outubro, também a partir das 18:00, em Paços de Ferreira, num jogo em que, caso também vença, qualifica-se para o Mundial se for uma das duas melhores (pontos na fase de grupos, com primeiro, terceiro, quarto e quinto, e segunda ronda do ‘play-off’).

Caso consiga o apuramento, mas como o pior dos apurados, Portugal seguirá para um ‘play-off’ intercontinental, na Nova Zelândia, que ditará as derradeiras três vagas, com China Taipé, Tailândia, Camarões, Senegal, Papua Nova Guiné, Haiti, Panamá, Chile e Paraguai.

A fase final do Campeonato do Mundo será realizada na Austrália e Nova Zelândia, de 20 de julho a 20 de agosto de 2023.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página