loading

"O contrato de Schmidt não devia ter sido prorrogado sem ele dar provas reais da sua valia"

A frustração dos adeptos do Benfica atingiu novos patamares na noite de quarta feira, após o empate desolador frente ao Inter de Milão, a contar para a quinta jornada da fase de grupos de Champions, e agora as críticas voltam-se para a gestão técnica de Roger Schmidt.

"O contrato de Schmidt não devia ter sido prorrogado sem ele dar provas reais da sua valia"

Em entrevista à Bola Branca, programa da 'Rádio Renascença', Gaspar Ramos, antigo dirigente do clube da Luz, expressou a sua desilusão com a performance do Benfica na prova milionária e questionou a sabedoria da renovação de contrato com o treinador alemão.

O empate, apesar de ter vindo após uma vantagem de 3-0, levanta questões sobre a capacidade de Roger Schmidt em adaptar a equipa durante o jogo. Ramos destaca a falta de ajustes táticos quando a equipa estava em vantagem e critica a tomada de decisões tardias, como as duas substituições a 30 segundos do final.

"Estou muito desiludido, porque depois de estar a ganhar por 3-0, e acabar por empatar num jogo tão importante para nós é realmente é preocupante", começou por dizer o ex-dirigente das águias.

"Schmidt teve o desplante de a 30 segundos do fim, fazer duas substituições. Como é que é possível um treinador do Benfica ter esta mentalidade? Estou muito preocupado com aquilo que está a acontecer", acrescentou

"Independentemente de termos ganho ao Sporting e ao Famalicão, a equipa em si, a produção de jogo, não dá confiança aos adeptos"

Ramos também questiona a gestão global de Schmidt ao longo da temporada, apontando para o desempenho aquém das expectativas na atual época.

"O ano passado ganhámos o campeonato, mas na parte final já estávamos assim um pouco periclitantes. E esta época tem sido um desastre, a forma como ele utilizou jogadores!", lamenta Ramos.

"O plantel não é excecional, mas é um plantel bom. Do meu ponto de vista, é o melhor plantel do futebol nacional. É e como é que Schmidt gere aquele plantel?"

A pressão aumenta para o Benfica, que agora precisa de vencer o Salzburgo na Áustria por dois golos de diferença para avançar nas competições europeias. Ramos acredita que a equipa é superior ao adversário, mas adverte que os mesmos erros podem custar caro.

"Admito que o Benfica possa cair mesmo das provas europeias. Porque com este tipo de gestão, é possível que isso aconteça"

"Mas nós temos um plantel que certamente se jogar ao seu melhor nível, e se for utilizado da melhor forma pelo treinador, poderemos ganhar", observou.

Quanto à renovação do contrato de Schmidt, Ramos considera-a precipitada e sugere que o presidente do Benfica, Rui Costa, terá um desafio difícil pela frente.

"O contrato foi prorrogado, do meu ponto de vista, mal. Porque não devia ter sido prorrogado sem ele dar provas concretas da sua valia. Ainda por cima foi prorrogado numa altura em que a equipa já estava a cair", apontou Gaspar Ramos.

"Agora o Rui Costa tem mais um problema entre mãos. Vamos ver se ele tem a coragem para resolver este problema. Porque é complicado para o Benfica, porque a indemnização é muito grande", rematou o antigo dirigente do Benfica.

Confira aqui tudo sobre a competição.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está mais perto de chegar aos quartos de final da Liga Europa?