loading

"Sei que alguns adeptos estão muito satisfeitos, até pelo que fizemos no último ano e meio"

Roger Schmidt, treinador do Benfica, abordou, em conferência de imprensa, o próximo desafio da equipa frente ao Farense, marcado para amanhã, às 18 horas, no Estádio da Luz.

"Sei que alguns adeptos estão muito satisfeitos, até pelo que fizemos no último ano e meio"

"Há sempre pessoas que aproveitam quando algo está mal para falarem, para aparecerem"

O técnico alemão destacou a qualidade do adversário, elogiando o percurso do Farense na primeira Liga, e expressou a determinação da sua equipa em garantir a vitória.

"Acho que o Farense mereceu a subida à 1.ª Liga e já mostraram esta época que isso não foi uma coincidência. Têm muita qualidade, esperamos um jogo diferente daquele da semana passada, mas o Farense é uma equipa que torna a vida muito difícil aos adversários", começou por dizer o técnico das águias, citado pelo jornal 'Record'.

"A nossa tarefa vai ser fazer um bom jogo desde o primeiro minuto, mostrar que estamos em forma e levar os três pontos", afirmou Schmidt.

Questionado sobre o impacto psicológico do último resultado da equipa encarnada, que permitiu a ultrapassagem do rival Sporting na tabela classificativa da I Liga, Roger Schmidt reconheceu o desapontamento, mas salientou a dedicação dos seus jogadores em superar as adversidades.

"Claro que ficámos desapontados com o último jogo. O jogo foi bom, acho que teria sido possível ganhar, mas não conseguimos esse golo decisivo para levarmos os três pontos. Ficámos desiludidos, mas vi que os jogadores estão a fazer tudo para alcançarmos os nossos objetivos", observou.

A nossa função é sempre olhar para a frente, mesmo depois deste tipo de jogos em que não conseguimos marcar. É preciso esquecermos estas desilusões e focarmo-nos no próximo jogo", explicou o treinador germânico.

No que diz respeito ao desempenho da equipa neste primeiro terço do campeonato, Schmidt defendeu que, apesar de não terem sido perfeitos, os 29 pontos conquistados em 36 possíveis constituem uma boa média.

O treinador abordou ainda as críticas e a evolução do Benfica desde o seu início, destacando o apoio da maioria dos adeptos.

"Nem todos os adeptos têm a mesma opinião, mas claro que podemos sempre falar desse tipo de decisões. Discutimos sempre isso quando não se ganha, é normal", defendeu Schmidt.

"Mas sei que nem todos pensam da mesma maneira, sei que alguns estão muito satisfeitos, até pelo que fizemos no último ano e meio"

"Se virem como o Benfica estava quando começámos e como está agora, acho que foi uma grande evolução. Os jogadores merecem toda a nossa consideração", afirmou o técnico encarnado.

No que toca aos reforços que chegaram à Luz no último mercado de transferências, mais propriamente as contratações de Jurásek e Arthur Cabral, o técnico divide as culpas com a direção, liderada por Rui Costa.

"A última decisão é sempre do clube, mas eu sou o treinador e é algo que fazemos sempre em conjunto, tentando apurar quais os jogadores que encaixam aqui. É uma questão de orçamento também. Acabamos sempre por tomar estas decisões em conjunto, mas a última é sempre do clube", explicou.

Sobre as diferenças entre a época passada e a atual, o treinador salientou que a conquista de troféus é o único objetivo no Benfica. Apesar de reconhecer a perda de jogadores de topo em relação ao ano anterior, Schmidt mostrou-se confiante no desempenho atual da equipa

"Ainda é possível fazermos uma primeira volta melhor do que no ano passado no campeonato, são coisas normais. Perdemos jogadores de topo relativamente ao ano passado, mas ganhar 29 em 36..."

"Merecemos todos os pontos que ganhámos até agora. Nós fomos melhores do que as equipas. Estamos a jogar muito bem e vejo com muito bons olhos o que os jogadores estão a fazer, dão sempre o seu melhor, lidam sempre muito bem com a pressão de estarem no Benfica", rematou.

Confira aqui tudo sobre a competição.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está mais perto de chegar aos quartos de final da Liga Europa?