loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Desp. Aves ultrapassa Marítimo após triunfo inédito nos Barreiros

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

O Desportivo das Aves ganhou hoje pela primeira vez na casa do Marítimo, por 1-0, em partida da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, ultrapassando os madeirenses na classificação.
Crónica: Desp. Aves ultrapassa Marítimo após triunfo inédito nos Barreiros

O terceiro triunfo em quatro de jogos da equipa de Vila das Aves desde a chegada de Augusto Inácio foi conseguido graças ao golo de Mama Baldé, aos 20 minutos, o que faz com que passe a somar 21 pontos, mais um do que o Marítimo, e saia da zona de despromoção.

Os insulares sofreram a terceira derrota consecutiva, a 13.ª no campeonato, e veem os lugares de descida cada vez mais próximos.

Petit fez uma mudança tática no Marítimo, na estreia de Douglas Grolli, ao alterar o 4x4x2, colocando Joel sozinho na frente de ataque, apoiado por Edgar Costa, Ricardo Valente e Correa, enquanto Augusto Inácio manteve o esquema de três defesas centrais e dois laterais projetados.

A formação da casa procurou explorar a velocidade dos seus extremos com passes em profundidade. Já o Aves aproximava-se da baliza maritimista através de lances de bola parada, com Jorge Felipe a cabecear para as mãos de Charles por duas vezes (08 e 17 minutos).

O marcador foi inaugurado à passagem do minuto 20, num mau passe de Zainadine, intercetado por Luquinhas, que, após combinar com Derley, assistiu Mama Baldé para o sexto golo no campeonato do jogador luso-guineense.

O Desportivo das Aves controlava a vantagem e a partida, perante um Marítimo a exibir falta de criatividade e Petit alterou a equipa aos 35 minutos, juntando Rodrigo Pinho a Joel e a voltar ao 4x4x2, mas o melhor que conseguiu antes do intervalo foi um remate cruzado do avançado brasileiro, sem perigo à baliza avense.

O segundo tempo trouxe o Marítimo a subir ainda mais as linhas e com Petit a reforçar o ataque, promovendo mais uma estreia, a de Ruan Teles.

Acabou, no entanto, por ser o conjunto visitante a ser mais perigoso, com contra-ataques a explorar as costas da defesa insular, nos quais Mama Baldé e Luquinhas estiveram perto do golo, aos 61 e 64 minutos, respetivamente.

Mesmo com o setor mais adiantado cheio de opções, a falta de ideias do Marítimo na frente foi evidente, em que ficou provada a razão pela qual os 'verde rubros' são o pior ataque do campeonato, a par do Feirense, com apenas 12 golos marcados.

O melhor que conseguiram até final foi um remate de meia distância de Fábio China, aos 80 minutos, às malhas laterais, e um cabeceamento de Joel já no quinto minuto de compensação, que saiu ao lado da baliza de Beunardeau.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2019
Moreirense - FC Porto, 1 - 1

Sábado, 9 de Fevereiro de 2019
Marítimo - Desp. Aves, 0 - 1
Portimonense - Rio Ave, 0 - 1
Tondela - V. Guimarães, 1 - 0

Domingo, 10 de Fevereiro de 2019
Boavista - Santa Clara, 1 - 0
Sp. Braga - Desp. Chaves, 2 - 1
Benfica - Nacional, 10 - 0
Feirense - Sporting, 1 - 3

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019
V. Setúbal - Belenenses SAD, 0 - 0

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler