loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Estrela sofreu contusão óssea grave e desfalca Aves por tempo indeterminado

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Outras Notícias

Sondagem

Com a vitória do FC Porto frente ao Benfica o campeonato está relançado?

O médio Estrela, do Desportivo das Aves, sofreu uma contusão óssea grave na perna direita e ficará afastado dos relvados por tempo indefinido, confirmou hoje à agência Lusa o clube lanterna-vermelha da I Liga de futebol.
Estrela sofreu contusão óssea grave e desfalca Aves por tempo indeterminado

Sem necessidade de ser operado, o médio luso-angolano deve realizar exames complementares nos próximos dias para conhecer o período de recuperação de uma lesão sofrida no domingo, aos 57 minutos da derrota caseira com o Boavista (1-0).

Estrela, de 24 anos, dividiu um lance no meio-campo com o ganês Yaw Ackah, manifestando queixas na zona da tíbia e do perónio, que o obrigaram a abandonar o terreno de jogo e ser substituído pelo avançado chadiano Marius Mouandilmadji.

Depois de alguns minutos a receber assistência médica, o centrocampista foi transportado de emergência para um hospital em Riba d'Ave, freguesia do concelho de Vila Nova de Famalicão, tendo os avenses conhecido hoje os detalhes do relatório clínico.

Formado no Benfica, Valdomiro Tualungo Paulo Lameira, mais conhecido por Estrela, soma 14 aparições no ano de estreia pelo emblema de Santo Tirso, após ter representado os norte-americanos do Orlando City, os cipriotas do Apoel e o Varzim, da II Liga.

O médio defensivo juntou-se no boletim clínico avense ao defesa croata Andrej Simunec, que recupera de uma cirurgia à articulação tibiotársica esquerda, enquanto o lateral-direito Mato Milos e centrocampista Rúben Oliveira ainda realizam treino condicionado.

O desafio registava uma vantagem mínima a favor do Boavista, materializada pelo avançado brasileiro Cassiano aos 12 minutos, que permaneceu até ao apito final, ditando novo desaire para o lanterna-vermelha do campeonato.

O Desportivo das Aves ocupa a 18.ª e última posição da I Liga, com apenas nove pontos, correspondentes a três vitórias e 15 derrotas, e está a sete pontos da ‘linha de água', detendo o estatuto de pior defesa da prova, com 34 golos encaixados.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler