loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Paços Ferreira: Pepa critica ausência de adeptos nos estádios

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O treinador do Paços de Ferreira disse hoje que a equipa está pronta para iniciar a I Liga 2020-2021, elogiou os reforços e criticou a ausência de adeptos nos estádios, antes da estreia com o Portimonense.

"Foi uma pré-época atípica em termos do que aconteceu na retoma e depois de uma paragem de 20 dias [férias]. Tivemos de fazer um equilíbrio de forças, porque temos no plantel quem não competia desde março e é preciso ter muito cuidado com as cargas. A equipa evoluiu de forma progressiva, dentro do que esperávamos, e sinto a equipa preparada", disse Pepa, em conferência de imprensa.

O Paços perdeu poucos jogadores da equipa-base da época passada e garantiu 10 reforços. Pepa elogiou as entradas e revelou que o grupo está a crescer, como desejava e queria, para se apresentar à Paços.

"Este é um clube especial, queremos jogar à Paços e isso consegue-se com trabalho, educando quem chega. Depende de todos. É no dia-a-dia, com regras, na forma como lidamos com os adversários, respeitando todos ao máximo, que se vai construindo. Temos de ser uma família forte, porque o campeonato é longo", sublinhou.

O técnico pacense não deu o plantel por encerrado, na certeza de haver mais entradas no caso de sair alguém, sem fazer disso um drama, até porque "é uma satisfação ajudar os jogadores a crescer e a serem valorizados".

O Paços de Ferreira inicia o campeonato no Algarve, diante do repescado Portimonense, mas Pepa fala de "uma equipa forte".

"Vamos defrontar uma equipa com o mesmo treinador e que fez uma recuperação fantástica. Percebemos que manteve muitos jogadores da época passada e foi buscar outros que conhecem bem a casa", precisou.

O tom mais crítico do seu discurso foi dedicado à ausência de adeptos nos estádios, com Pepa a defender que "houve tempo suficiente para as coisas terem sido estudadas".

"Os recintos são grandes, ao ar livre, e dava para espalhar adeptos pelas bancadas. Custa-me perceber porque não acontece. O país não vai parar e somos a atividade que mais testes fez e faz. Já fizemos mais de 20 testes, mas é o que é. Os adeptos fazem muita falta. Já havia condições para o futebol receber adeptos de forma segura, pensada e organizada. Os adeptos são insubstituíveis", concluiu.

A estreia do Paços de Ferreira na edição 2020/21 da I Liga de futebol acontece no Algarve, frente ao Portimonense, na segunda-feira, em jogo marcado para as 19:45.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página