loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

LE: Jorge Jesus promete Benfica «forte» na visita ao Rangers

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O treinador Jorge Jesus prometeu hoje um Benfica «forte» na partida de quinta-feira, da quarta jornada do Grupo D da Liga Europa de futebol, no terreno do Rangers, equipa que admitiu não ser fácil de travar.

Em conferência de imprensa no Seixal, instantes antes da partida para a Escócia, o técnico dos ‘encarnados’ frisou que a equipa de Steven Gerrard “tem uma ideia de jogo agressiva” e lembrou que “por isso já fez trinta e tal golos” em casa, nesta época, mas garantiu que os seus jogadores estão “preparados para as dificuldades”.

“Também estamos preparados para ser uma equipa forte ofensivamente e esse problema vai ser da responsabilidade do treinador do Rangers, quando o Benfica tiver a posse da bola. Mas também temos a certeza de que vamos ser ‘apertados’ e do ponto de vista defensivo temos de estar muito bem”, analisou o técnico.

Sobre a pressão e as críticas às últimas exibições da sua equipa, Jesus lembrou que teve “dois maus resultados”, mas antes disso “ganhou sete jogos consecutivos” e discordou que a prestação da equipa no triunfo frente ao Paredes (1-0), no sábado, em encontro da Taça de Portugal, tenha sido assim tão negativa.

“Foi um jogo em que o Benfica jogou quanto baste, contra uma equipa muito bem organizada, com a responsabilidade de passar a eliminatória. Não jogou com muita qualidade, mas também não jogou assim tão negativamente”, disparou.

E por ter jogado no sábado, até teve “a possibilidade de trabalhar mais dias no jogo do Rangers” do que é habitual, mas sem poder contar com vários jogadores, entre lesionados (André Almeida, Todibo, Nuno Tavares e Pedrinho), infetados com covid-19 (Julian Weigl, Darwin Núñez e Taarabt), castigado (Otamendi) e não inscrito na competição (Samaris), Jorge Jesus admitiu que não teve ‘dores de cabeça’ para escolher a equipa.

“As dúvidas que tinha, tirei-as no treino desta manhã. As opções são menos e quando assim é torna-se mais fácil. Não é o que queria. O que queria era ter muita dificuldade, estar aqui hoje com dúvidas. Assim, praticamente não tenho dúvidas nenhumas”, lamentou.

Ainda sobre a Liga Europa e as hipóteses que a sua equipa tem de conquistar o troféu, Jesus lembrou que “o Benfica é sempre favorito em todas as competições” que disputa, mas deixou no ar a ideia de que é preciso criar condições para alcançar esse objetivo.

“Uma coisa é seres favorito, outra é teres poder para chegar lá. O Benfica está a criar uma equipa para ter essa possibilidade de chegar lá. Seres uma equipa para disputar provas internas é uma coisa, para disputar a ‘Champions’ e a Liga Europa é outra”, vincou.

O Benfica visita na quinta-feira o terreno do Rangers, na Escócia, em partida da quarta jornada do Grupo D da Liga Europa, com início marcado para as 20:00.

As duas equipas repartem a liderança do grupo, com sete pontos, mais três do que o Lech Poznan, depois de na jornada anterior terem empatado 3-3, no Estádio da Luz.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página