ESC ONLINE

Crónica: ‘Hat-trick’ de Mario González dá vitória ao Tondela em Moreira de Cónegos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Uma exibição irrepreensível de Mario González, que assinou o primeiro ‘hat-trick’ na edição 2020/21 da I Liga de futebol, permitiu hoje ao Tondela derrotar o Moreirense, por 3-2, em jogo da 27.ª jornada.
Crónica: ‘Hat-trick’ de Mario González dá vitória ao Tondela em Moreira de Cónegos

Em Moreira de Cónegos, o espanhol liderou uma entrada de rompante dos beirões, com golos aos quatro, 10 e 12 minutos, antes de Steven Vitória, aos 28, e Rafael Martins, aos 43, encurtarem distâncias para os minhotos, que continuam em busca do primeiro triunfo ‘caseiro’ sob o comando de Vasco Seabra, depois de seis empates e duas derrotas.

O Tondela obteve a segunda vitória consecutiva fora de portas e isolou-se de forma provisória no nono lugar, com 31 pontos, nove acima da zona de despromoção direta, enquanto o Moreirense, que não perdia há duas rondas, mantém o oitavo posto, com 34.

Com Yohan Tavares e Jhon Murillo nos lugares de Abdel Medioub e Salvador Agra, os beirões entraram mais assertivos e adiantaram-se aos quatro minutos, numa recarga de Mario González, após uma defesa incompleta de Mateus Pasinato a remate de Olabe.

Os minhotos, que trocaram Fábio Pacheco e Walterson por David Simão e Yan, tentaram reagir três minutos depois, através de um pontapé cruzado de Rafael Martins, ‘encaixado’ por Pedro Trigueira, mas voltaram a ser penalizados pela passividade defensiva, aos 10.

O ‘endiabrado’ Mario González recebeu um passe de Rafael Barbosa, entrou na área contrária a partir do flanco direito e colocou a bola fora do alcance de Mateus Pasinato, que também se mostrou incapaz de impedir o ‘hat-trick’ do espanhol, aos 12 minutos.

Jhon Murilo escapou pela esquerda entre Anthony D'Alberto e Lazar Rosic e cruzou rasteiro para a emenda fácil de Mario González na pequena área, culminando um arranque fulgurante do Tondela e um quarto de hora de pesadelo para o Moreirense.

Vasco Seabra pôs de imediato três jogadores a ‘aquecer’ e viu os anfitriões recuperarem algum ânimo aos 28 minutos, quando Rafael Martins desviou ao primeiro poste um canto de David Simão na direita e Steven Vitória ‘encostou’ de cabeça junto à linha de golo.

A partida cresceu de intensidade nas duas áreas e Felipe Pires insistiu nove minutos depois, com um remate bloqueado que rasou a baliza de Pedro Trigueira, ao passo que Jhon Murilo isolou-se em zona frontal e atirou à figura de Mateus Pasinato, aos 39.

A dois minutos do intervalo, Felipe Pires tabelou com Gonçalo Franco e Rafael Martins ganhou espaço entre Filipe Ferreira e Bebeto para o segundo tento vimaranense, no ocaso de uma etapa inaugural repleta de futebol descomplexado e de extrema eficácia.

Os pupilos de Pako Ayestarán abordaram o reatamento com redobradas cautelas defensivas e entregaram o controlo da partida ao Moreirense, que acumulou remates ao lado de Filipe Soares, aos 47 minutos, Rafael Martins, aos 56, e Walterson, aos 67.

Apesar da atitude quase reativa, o Tondela lá ameaçou o quarto tento, aos 52 minutos, através de um cabeceamento alto de Ricardo Alves, em antecipação a Mateus Pasinato, tendo revelado coesão para livrar Pedro Trigueira de grandes sobressaltos na reta final.

A exceção deu-se aos 89 minutos, num cabeceamento à barra de Steven Vitória, que acabou expulso por acumulação de cartões amarelos, em período de compensação, culminando um segundo tempo sem tanta espetacularidade e incerto até ao apito final.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página