loading

Marcos Borges: «Com mais sorte, menos sorte, com mais bola, menos bola, fizemos taça»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

Declarações de Marcos Borges, treinador do Serpa, no final da partida, frente ao Sporting da Covilhã, da terceira eliminatória da Taça de Portugal, que terminou com a vitória dos alentejanos, nos penáltis, por 7-6.

Marcos Borges: «Com mais sorte, menos sorte, com mais bola, menos bola, fizemos taça»

Fizemos taça. Com mais sorte, menos sorte, com mais bola, menos bola, fizemos taça. Sabíamos que tinha de ser assim. Tínhamos que alinhar muita coisa, mas falar só da sorte na passagem da eliminatória e deixar de parte todo o trabalho do clube e destes jogadores acho que é um desprimor.

A sorte teve o seu peso, é verdade, mas nós fizemos a nossa parte e muito bem feita. Portanto, merecemos.

Os penáltis não são uma lotaria. Nós tínhamos alguns estudados, mas, curiosamente, dos jogadores que nós tínhamos visto, só um é que marcou e, mesmo assim, o nosso guarda-redes defendeu. Também fizemos esse trabalho bem feito.

Foi nos penáltis, mas podia ter sido antes para eles como também podia ter sido para nós, porque nós não ficámos só atrás a ver o que é que isto dava. Fizemos a nossa parte e, agora, é gratificante ver este apoio de quem está aqui, que foi magnífico.

Quando vemos a equipa adversária a ter algumas oportunidades, as bolas a baterem no poste e a não entrarem, nós vamos sentindo que vai caindo para nós. O tempo vai passando, as oportunidades vão sucedendo e as bolas não vão entrando, por mérito ou por azar deles, e isso vai nos dando confiança”.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página