loading

Taça da Liga: Troféu é objetivo do Benfica, mas não salva a época para Nelson Veríssimo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem vence a Liga dos Campeões 2021-2022?

O treinador Nelson Veríssimo assegurou hoje que conquistar a Taça da Liga é um objetivo assumido da equipa de futebol do Benfica desde o início da época, mas não salva a temporada.

Questionado sobre se a conquista do troféu salva uma época, em que os ‘encarnados’ já estão a nove pontos do líder do campeonato, o FC Porto, e eliminados da Taça de Portugal, o técnico foi perentório e admitiu que “o principal objetivo” do clube continua a ser a I Liga.

“Não! A conquista da Taça da Liga não vai salvar a época. O principal objetivo é a Liga portuguesa. No nosso ponto de vista, ainda estamos envolvidos nessa luta. Temos consciência das dificuldades, mas ainda estamos envolvidos”, atirou o técnico.

No entanto, Veríssimo lembrou que, “tendo em conta o momento, o foco [da equipa] tem de ser o jogo com o Boavista” e que a Taça da Liga é uma competição que o Benfica tem “como objetivo principal conquistá-la”, mas frisou que esta “não tem mais nem menos importância em função da classificação” no campeonato.

“Recuando ao início desta época, e tendo em conta as aspirações e objetivos da grandeza deste clube, a importância é a mesma. Vamos para esta competição, começando já amanhã [terça-feira], no jogo com o Boavista, com o intuito de a vencer”, sustentou.

O adversário das meias-finais é, segundo Veríssimo, “uma equipa muito competente e bem orientada” por Petit, pelo que o treinador espera “uma tarefa difícil”, mas sublinhou a sua confiança no “processo de treino” e na “reposta muito positiva dos jogadores”.

“Sabemos que temos dois jogos pela frente que certamente serão difíceis, mas acreditamos muito no que temos vindo a fazer, na qualidade dos jogadores e no trabalho que têm feito todos os dias. Portanto, vamos com o sentimento positivo para esta competição e já para o jogo de amanhã [terça-feira], com o Boavista”, comentou.

E o trabalho da equipa contou hoje com a presença de Henrique Araújo, avançado da equipa B que foi chamado para colmatar as ausências de Seferovic (lesionado) e Darwin (ausente na seleção do Uruguai).

O técnico não se coibiu de comentar a chamada do jovem jogador, de 20 anos, que já foi por si orientado na equipa secundária, e colocou-o no mesmo patamar de “todos os que fazem parte da formação do clube”.

“Reconhecendo que há qualidade e havendo uma necessidade, neste caso específico na posição de avançados, sentimos a necessidade de chamar mais um. Nesta lógica, olhando para os jogadores da equipa B, sentimos que o Henrique [Araújo] estaria preparado para dar essa resposta”, explicou.

De resto, o técnico, que também não vai poder contar com Otamendi, que se encontra ao serviço da seleção da Argentina, desvalorizou as ‘baixas’ e lembrou que isso pode ser uma oportunidade para outros jogadores mostrarem o seu valor.

“A ausência de alguns jogadores é uma oportunidade para outros, assim como quando algum se lesiona, não podendo dar o seu contributo à equipa, abre uma oportunidade para outro jogador, como foi o caso do Henrique [Araújo], para treinar ou jogar. E nós temos de estar preparados para isso”, concluiu o técnico dos ‘encarnados’.

O Benfica defronta o Boavista na terça-feira, às 19:45, na primeira meia-final da Taça da Liga de futebol que se disputa no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, com arbitragem de Fábio Veríssimo (AF Leiria).

O clube da Luz é o recordista de títulos da competição, com sete troféus conquistados, mas não a vence desde a época 2015/16, última vez em que alcançou a final, na qual bateu o Marítimo por 6-2.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página