loading

Síntese: Portugal e Espanha a um ponto dos 'oitavos', Uruguai e Rússia apurados

Últimas Notícias

Mais vistas

Facebook

Sondagem

Quem vence a Bola de Ouro France Football 2018?

Portugal venceu hoje Marrocos e colocou-se a um ponto dos ‘oitavos’ do Mundial2018 de futebol, tal como a Espanha, que bateu o Irão, enquanto Uruguai e Rússia asseguraram os primeiros ‘passaportes’, num sétimo dia com três ‘1-0’.
Síntese: Portugal e Espanha a um ponto dos 'oitavos', Uruguai e Rússia apurados

Depois do 3-3 com a Espanha, a formação das ‘quinas’ somou o primeiro triunfo com o quarto golo da prova do capitão Cristiano Ronaldo, que, como face aos espanhóis, inaugurou o marcador logo aos quatro minutos, agora de cabeça, assistido por João Moutinho.

No Luzhniki, Ronaldo, que havia conseguido um ‘hat-trick’ na estreia, culminado com um livre direto perfeito, aos 88 minutos, confirmou-se como a grande figura deste arranque de Mundial2018 e o verdadeiro salvador de um campeão da Europa sofrível.

O jogador do Real Madrid voltou a isolar-se na liderança dos marcadores e assumiu-se também, a solo, como o ‘rei’ dos goleadores de seleções europeias, com 85 tentos (em 152 jogos), contra 84 do húngaro Ferenc Puskas.

Portugal marcou na primeira ocasião, após um canto, mas nunca se tranquilizou, tal a pressão constante e o jogo físico dos marroquinos, que tinham perdido por 1-0 no primeiro jogo, por culpa de um autogolo nos descontos, e devem à pouca eficácia o facto de estarem, desde já, ‘fora’ do Mundial.

A exemplo do conjunto comandado por Fernando Santos, a Espanha também penou para superar o Irão, de Carlos Queiroz, só o conseguindo devido a um golo muito feliz de Diego Costa, o seu terceiro na prova, aos 54 minutos. A bola embateu-lhe e foi para a baliza, após um corte imperfeito de Ramin Rezaeian.

Em Kazan, os espanhóis tiveram outras ocasiões para faturar, mas também apanharam alguns sustos valentes, nomeadamente aos 82 minutos, quando Amiri fez um ‘túnel’ a Piqué, na esquerda, e cruzou para o cabeceamento por cima de Mehdi. Foi por pouco.

Na última jornada, marcada para segunda-feira, Portugal e Espanha só precisam de empatar, sendo que a formação das ‘quinas’ defrontará o Irão e Queiroz, que sabem que farão história se vencerem a equipa das ‘quinas’.

A seleção lusa, que cumpre a sétima presença em Mundiais, passou três vezes a fase de grupos, em 1966 e 2006, edições em que só ‘caiu’ nas meias-finais, e 2010, eliminado nos ‘oitavos’, e foi afastado noutras tantas, em 1986, 2002 e 2014.

Se Portugal e Espanha estão bem encaminhados para os ‘oitavos’, o Uruguai e a Rússia já garantiram o apuramento, sendo certo que um deles será o possível adversário de Portugal nos ‘oitavos’.

Depois do 3-1 da Rússia ao Egito, na terça-feira, um triunfo do Uruguai apurava os sul-americanos e os anfitriões e foi isso que aconteceu, em Rostov do Don, por culpa de Luis Suárez, autor do golo do triunfo face à Arábia Saudita.

O avançado do FC Barcelona, que cumpriu o 100.º jogo com a camisola celeste, tornou-se o primeiro uruguaio a marcar em três fases finais, com um golo aos 23 minutos, na sequência de um canto apontado por Carlos Sánchez, que já fizera a assistência para o tento da vitória face ao Egito.

Quinta-feira, a França, qiue defronta o Peru) e a Dinamarca (Austrália) podem juntar-se a Rússia e Uruguai nos ‘oitavos’, em embates do Grupo C, tal como a Croácia, se vencer a Argentina, de Lionel Messi, em encontro do Grupo D.

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Pode gostar de ler

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página