loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Brasil empata com Nigéria e Argentina dá «meia dúzia» ao Equador em particulares

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O Brasil empatou hoje a uma bola com a Nigéria, numa partida de preparação disputada em Singapura, enquanto a Argentina, ainda sem Lionel Messi, bateu o Equador por 6-1, em Espanha, também num encontro particular.
Brasil empata com Nigéria e Argentina dá «meia dúzia» ao Equador em particulares

O jogo não correu de feição à seleção 'canarinha', que ficou sem Neymar, a sua maior estrela, logo aos 12 minutos, devido a lesão, tendo entrado Philippe Coutinho para o seu lugar, e, ainda no primeiro tempo, aos 35 minutos, viu Joe Aribo rasgar a sua defensiva e colocar os africanos em vantagem no marcador, resultado com que chegou o intervalo.

A formação liderada por Tite entrou no segundo tempo disposta a anular a vantagem da Nigéria e o ex-portista Casemiro, aos 48 minutos, fez o 1-1, marcando de recarga após a cobrança de um pontapé de canto, e o Brasil parecia embalado para marcar mais golos, algo que acabou por não acontecer.

Já a Argentina dominou completamente a partida frente ao Equador e marcou três golos em cada parte do jogo, primeiro por Lucas Alario (20 minutos), após assistência do sportinguista Marcos Acuña, que marcou na perfeição um pontapé de canto, o segundo surge através de um autogolo de Jhon Espinoza (27'), novamente com a intervenção do 'leão', responsável pelo cruzamento, e depois foi a vez de Leandro Paredes (32') fixar o 3-0 ao intervalo, na cobrança de um penálti a castigar falta sobre Lautaro Martinez, mais uma vez após um cruzamento de Acuña.

No reatamento do encontro, o Equador ainda reduziu por Angel Delgado, num livre direto a grande distância da baliza, mas que deixou o guarda-redes do FC Porto, Agustin Marchesin, sem reação. Mas a formação 'azul celeste' voltou a marcar por três vezes: German Pezzella (66), Nicolás Dominguez (82) e Lucas Ocampos (86).

Última nota para a ausência de Lionel Messi, que tem falhado as últimas convocatórias por estar a cumprir castigo na sequência de declarações proferidas durante a última Copa América, vencida em julho pelo Brasil.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler