loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Fernando Santos admite 'poupanças' frente à Espanha devido à Liga das Nações

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O selecionador nacional afirmou hoje que poderá poupar alguns jogadores no particular com a Espanha, devido aos duelos que terá a seguir com França e Suécia, a contar para a Liga das Nações de futebol.
Fernando Santos admite 'poupanças' frente à Espanha devido à Liga das Nações

“Não vamos relativizar o jogo com a Espanha. Irá jogar a equipa que eu entender, tendo em conta, claro, que quatro dias depois há um jogo em França para a Liga das Nações. O jogo com Espanha não dá pontos, o jogo com a França já dá. Com a Espanha poderemos fazer seis substituições o que também permite fazer uma gestão dos jogadores”, afirmou Fernando Santos.

O selecionador nacional falava em conferência de imprensa, na Cidade de Futebol, em Oeiras, em que divulgou a lista de convocados para os três jogos que Portugal vai ter em outubro.

“Mesmo assim, com a Espanha espero um excelente confronto com duas equipas que gostam de jogar e que têm muita qualidade”, acrescentou.

Em 07 de outubro, os campeões europeus defrontam a Espanha no Estádio José Alvalade, em Lisboa, seguindo-se dois jogos a contar para o Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações. Quatro dias depois, a seleção nacional, que conquistou a primeira edição da prova, regressa pela primeira vez ao Stade de France desde que venceu o Euro2016 para enfrentar a França e, em 14 de outubro, volta a atuar em Alvalade perante a Suécia.

Nesta janela de jogos, Fernando Santos fez regressar o defesa Ruben Semedo (Olympiacos), o médio William Carvalho (Bétis) e os avançados Daniel Podence (Wolverhampton) e Rafa Silva (Benfica), tendo deixado de fora o defesa Domingos Duarte (Granada), o médio André Gomes (Everton) e o avançado Gonçalo Guedes (Valência).

“Entendi que nesta altura e, tendo em conta os jogos que vamos ter, fazia sentido chamar esses jogadores devido às suas características. Aqueles que ficaram de fora têm a mesma qualidade, disso não há dúvida. Portugal não tem só um lote de 20, 30 jogadores selecionáveis. Tem mais”, referiu o técnico de 65 anos.

Com três partidas num espaço de uma semana, Fernando Santos admitiu que haverá pouco tempo para treinar e explicou que a principal preocupação da sua equipa técnica será garantir que os jogadores consigam recuperar “fisicamente e mentalmente” antes de cada jogo.

“Já estamos habituados ao pouco tempo que existe para treinar. É difícil em tão pouco tempo implementar a estratégia para cada jogo. O plano principal passa pela recuperação dos jogadores e isso eu e a minha equipa técnica temos feito muito bem”, concluiu.

Portugal lidera o Grupo 3 da Liga A da Liga da Nações com seis pontos, em igualdade com a França, embora tenha vantagem no número de golos marcados. Suécia e Croácia continuam com zero.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página