Rúben Amorim: «Era um jogo que queríamos vencer e deixar uma boa última imagem»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Declarações de Rúben Amorim após o jogo entre Sporting e Marítimo, da da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado na quarta-feira, em Lisboa, e que terminou com a vitória dos 'leões', por 5-1.
Rúben Amorim: «Era um jogo que queríamos vencer e deixar uma boa última imagem»

“Era um jogo que queríamos vencer e deixar uma boa última imagem. Era importante acabar bem. O ‘Pote’ [Pedro Gonçalves] é o melhor marcador e o João Pereira acaba a carreira como jogador. Já estamos a trabalhar a próxima época. Temos de crescer ainda, temos a Supertaça. Vamos ter uma época muito desgastante.

Pedro Gonçalves merece estar na seleção, como outros jogadores do Sporting. Mas há outros jogadores também que podem ser convocados. Cabe ao selecionador escolher. Se forem jogadores do Sporting fico feliz, se não forem fico feliz na mesma.

Em relação à questão do ‘mister’ Jorge Jesus [que considerou que o Sporting deveria ter jogado à mesma hora que o Benfica] não vou comentar. Podemos não ter feito a melhor segunda volta, mas acabámos campeões. Em relação a Pedro Gonçalves só pagando a cláusula é que ele sairá. Não gosto muito de falar nisso porque é o departamento de Hugo Viana.

Temos a Supertaça e somos candidatos a vencer. Para a próxima época vamos pensar jogo a jogo. Somos candidatos, sim, a vencer a Supertaça.

No Sporting todos souberam que a equipa era o mais importante e todos tiveram a oportunidade de jogarem. Isso cria uma maior união entre eles.

Já temos uma ideia para posições a reforçar. Depende muito das saídas. O João Pereira sai e vamos ter de contratar um defesa direito. Os miúdos vão crescendo e procurar uma vaga. Para já é um defesa direito.

Conheço bem o João Pereira, joguei com ele nos infantis do tempo do Benfica. Fico feliz por ele. Não vai integrar a minha equipa técnica. Ele vai seguir o caminho dele. Estaremos para o ajudar nesta transição difícil.

[Que palavras para definir a época do Sporting?] Esforço, dedicação, devoção e tivemos a quarta que é a glória.

Agora temos de preparar a próxima época. Daqui uns meses começa uma época nova e já ninguém se vai lembrar disto. O desafio é aliciante. Não vamos olhar com medo, mas com muito entusiasmo”.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página