loading

Álvaro Pacheco: «Tivemos sempre o controlo sobre o jogo»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

Declarações de Álvaro Pacheco após o Vizela – Paços de Ferreira (1-1), jogo da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio do Futebol Clube de Vizela.

Álvaro Pacheco: «Tivemos sempre o controlo sobre o jogo»

Foi uma primeira parte muito boa, em que conseguimos manter elevado ritmo e intensidade. Tivemos sempre o controlo sobre o jogo. Criámos oportunidades e fomos sempre eficazes a recuperar bolas. Tivemos um jogo posicional muito bom. Fomos capazes de perceber os espaços para levar a bola para a baliza [do Paços de Ferreira].

Na segunda parte, estávamos em vantagem, mas faltou-nos maturidade para saber gerir os momentos. Entrámos um bocado nervosos, e o Paços, na primeira oportunidade, conseguiu fazer golo. Depois, houve alguma ansiedade. Nunca fizemos antijogo. Promovemos sempre um jogo fluido. O Paços tem a experiência de gerir os jogos que nos faltou. Deveríamos ter sido mais pacientes e objetivos. Mesmo assim, tivemos oportunidades para o segundo golo, mas não tivemos discernimento para o conseguir. Os jogadores mereciam os três pontos, para os dedicar a esta massa associativa fantástica.

O nosso jogo é muito de ligações. O nervosismo tirou a capacidade aos meus jogadores de perceberem quais as ligações. Faltou-nos o posicionamento que tivemos na primeira parte. Na parte final, arriscámos mais, mas o Paços também teve uma excelente oportunidade para marcar, o que seria uma injustiça tremenda.

Preocupava-me mais se não criássemos as oportunidades. Vamos melhorar [a finalização] quando a equipa estiver mais estável. Está-nos a faltar ser premiados. O futebol é feito de um bocadinho de sorte. Quando conseguimos dar fluidez ao jogo, não fomos capazes de passar para a frente. A nossa equipa vai crescer e começar a ter mais fluidez na finalização, para dar corpo ao caudal ofensivo”.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página