loading

Portugal goleado pela Espanha no apuramento para Europeu de sub-19 feminino

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

A seleção portuguesa de futebol feminino de sub-19 foi hoje goleada pela congénere da Espanha, por 4-0, em Albufeira, somando a segunda derrota na primeira ronda da fase de qualificação para o Europeu do escalão.

Portugal goleado pela Espanha no apuramento para Europeu de sub-19 feminino

As portuguesas, derrotadas pela República Checa (2-1) na ronda anterior do grupo 6 da Liga A, sofreram um pesado mas justificado desaire, não conseguindo dar réplica à maior qualidade individual e coletiva do adversário.

Ao intervalo, depois de uma primeira parte arrasadora, Espanha já tinha construído o resultado final, com golos de Silvia Lloris (dois minutos), Clara Pinedo (31), Mirari Uria (34) e Andrea Medina (41).

Portugal, agora quarto e último classificado do grupo, sem pontos, encerra esta primeira fase de apuramento na segunda-feira, no Estádio Algarve, contra a Eslováquia, terceira, também sem pontos.

As portuguesas estão obrigadas a ganhar para seguir em frente: os três primeiros classificados do grupo – que integra ainda a República Checa – apuram-se para a segunda ronda do apuramento, enquanto o quarto e último classificado é relegado à Liga B.

No Municipal de Albufeira, a Espanha construiu facilmente um resultado volumoso, abrindo o ativo aos dois minutos, pela central Silvia Lloris, que cabeceou na sequência de um canto.

Portugal remeteu-se à defesa em toda a primeira parte, sem resposta para o ascendente espanhol e sem incomodar o último reduto adversário.

No último quarto de hora do primeiro tempo, Espanha selou o resultado final com golos de Clara Pinedo (31) e Mirari Uria (34), após duas boas jogadas coletivas, e de Andrea Medina (41), num ‘tiro’ forte de fora da área.

No segundo tempo, Portugal entrou mais mexido e aproximou-se da baliza espanhola, com Inês Oliveira a cabecear por cima na jogada mais perigosa (55).

A Espanha continuou a manter o domínio, mas pôs um travão na dinâmica forte imposta até ao intervalo e teve menos oportunidades, com destaque para um remate de Mirari Uria, de cabeça, por cima, só com Catarina Potra pela frente (77).

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página