loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Taça da Grécia: Olympiacos e PAOK apurados para as meias-finais

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Outras Notícias

Sondagem

Com a vitória do FC Porto frente ao Benfica o campeonato está relançado?

O Olympiakos e o PAOK, treinados pelos portugueses Pedro Martins e Abel Ferreira, respetivamente, qualificaram-se hoje para as meias-finais da Taça da Grécia em futebol ao eliminarem o Lamia e o Panathinaikos.
Taça da Grécia: Olympiacos e PAOK apurados para as meias-finais

Mais difícil foi a tarefa do Olympiacos, que tinha empatado sem golos na primeira mão fora de casa e que, desta vez, recebeu e venceu o Lamia por 3-2, apesar de ter chegado ao intervalo a perder, devido a um golo do nigeriano Daniel Adejo, aos 44 minutos.

No entanto, a equipa soube reagir e operar a reviravolta no marcador, que se iniciou através de Ahmed Hassan, emprestado pelo Sporting de Braga nesta janela de mercado de janeiro, autor do primeiro golo da equipa de Pedro Martins, aos 60 minutos.

A reviravolta foi consumada pelo nigeriano Pape Abou Cisse, que marcou aos 72 e 77 minutos, garantindo a passagem da sua equipa às meias-finais, que o golo de Leonardo Villalba, médio argentino do Lamia, de penálti, em cima do minuto 90, não chegou a pôr em risco.

De referir que a equipa do Lamia ficou em inferioridade numérica a partir do minuto 61, por expulsão do avançado sérvio Lazar Romanic.

Pedro Martins decidiu poupar o guarda-redes português José Sá, que nem esteve no banco de suplentes, tendo alinhado na baliza o francês Bobby Allain, mas o central Rúben Semedo jogou durante os 90 minutos e o seu compatriota Cafu não chegou a ser utilizado.

O PAOK, que já tinha a eliminatória bem encaminhada depois de vencer na primeira mão por 2-0 em casa do Panathinaikos, voltou a bater a equipa de Atenas, desta vez por 1-0, graças ao golo do avançado polaco Karol Swiderski, logo aos 11 minutos, e com o contributo do internacional português Vierinha, que jogou os 90 minutos.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler